Publicidade

Correio Braziliense RIO DE JANEIRO

A casa é sua! Um tour pelo Rio de Janeiro de um jeito diferente

Fugir dos roteiros tradicionais e viver o local como um nativo é uma forma de conhecer o destino turístico mais profundamente e aproveitar melhor a convivência com a cultura, o povo e sua rotina


postado em 16/09/2018 10:00 / atualizado em 13/09/2018 13:57

(foto: RCVB/Divulgação)
(foto: RCVB/Divulgação)


Pense rápido: quantas dicas de locais interessantes você poderia dar a um visitante? Quando alguém fala que quer conhecer a cidade onde moramos, é comum que venham à mente os passeios mais especiais e os recantos preferidos. O turista geralmente é levado a pontos turísticos tradicionais. É necessário que alguém “de casa” mostre como chegar e o que fazer para aproveitar a cidade ao máximo, como um nativo.

Esse é o principal objetivo de um projeto desenvolvido pela plataforma de aluguel por temporada Airbnb no Rio de Janeiro, ajudar na conexão entre locais e turistas. A ideia surgiu a partir do hábito dos anfitriões, donos das casas disponíveis, de indicarem lugares para seus hóspedes, ou até mesmo levá-los para passear. A ideia é apresentar a paixão dos moradores locais para os turistas, que sozinhos não conheceriam e não poderiam acessar.

Voo livre de parapente, conduzido por Tavinho (capacete verde), é um dos mais procurados(foto: Divulgação - Airbnb)
Voo livre de parapente, conduzido por Tavinho (capacete verde), é um dos mais procurados (foto: Divulgação - Airbnb)

O projeto Experiências, que funciona há um ano, organiza mais de 180 roteiros para brasileiros e estrangeiros conhecerem a Cidade Maravilhosa por outros ângulos. Um dos passeios é a Aventura no céu carioca (www.airbnb.com.br/experiences/16382), que oferece um voo livre de parapente com um dos pioneiros dessa modalidade no Brasil.  Luiz Octavio Menezes, o Tavinho, leva os turistas para sobrevoar uma das mais belas cidades do mundo por R$500. É um dos passeios mais procurados da plataforma na cidade. Além de roupas confortáveis e calçado para trilha, Tavinho sugere que sejam levadas para o passeio a alegria e a decisão.

A Cidade Maravilhosa tem 180 opções de passeios especiais(foto: Divulgação)
A Cidade Maravilhosa tem 180 opções de passeios especiais (foto: Divulgação)

Para quem gosta de aventura, outra opção é a trilha pela Pedra da Gávea + Cachoeira (www.airbnb.com.br/experiences/141721). Bruno Menezes é montanhista desde os oito anos de idade, além de ser escalador e formado em educação física. Segundo ele, a caminhada tem duração de aproximadamente duas horas e meia em terreno em aclive com obstáculos naturais. Os equipamentos de segurança são oferecidos por Bruno. Ao final da caminhada, é possível admirar a vista em 360° da Cidade Maravilhosa. No caminho de volta, existe uma cachoeira para se refrescar e fechar o passeio, que custa R$ 160 por pessoa.

Nos botequins, um convite para degustar as boas cervejas(foto: Divulgação Airbnb/Gustavo Wittich)
Nos botequins, um convite para degustar as boas cervejas (foto: Divulgação Airbnb/Gustavo Wittich)

Pelas ruas

O turista “pé no chão”, que não é tão fã de aventuras ao ar livre, também pode aproveitar passeios diferentes. Tata Barreto é fotógrafa e organizou um programa diferente:  sessões de fotos em Copacabana e Ipanema (www.airbnb.com.br/experiences/132817), uma oportunidade para quem quer voltar para casa com mais do que as selfies. O pacote para quatro pessoas custa R$ 269. Outra experiência de Tata é a Noite Queer no Rio (www.airbnb.com.br/experiences/75548), onde ela leva os visitantes para viverem a verdadeira noite LGBT da cidade. Segundo Tata, “qualquer pessoa com a mente aberta é bem-vinda para conhecer a vida noturna, além de ter uma conversa sobre todo o contexto político e econômico de ser LGBT na cidade.” Os ingressos e o transporte estão inclusos no preço de R$ 259. Essas duas experiências são mais buscadas pelos turistas estrangeiros, segundo a fotógrafa.

O roteiro Queer apresenta a verdadeira noite LGBT no Rio(foto: Tata Barreto - Gataria Photography)
O roteiro Queer apresenta a verdadeira noite LGBT no Rio (foto: Tata Barreto - Gataria Photography)

Outro passeio “pé no chão” é um tour pelo lado boêmio da cidade. O Sabores de botequim em Copacabana (www.airbnb.com.br/experiences/13097) leva os turistas, a maioria estrangeiros, a um passeio por alguns botequins no bairro de Copacabana, para experimentar a verdadeira comida de boteco e as cervejas e cachaças brasileiras, além de drinques exóticos. O organizador, Paulo Mussoi, um jornalista especializado em gastronomia, escolhe para os visitantes os principais pratos e as cervejas que vão resumir o espírito carioca.  Um dos bares que fazem parte do passeio é o Adega Pérola, um botequim com influências portuguesas no menu e na estrutura. Outro é o Pavão Azul, um boteco simples e bem popular, um dos mais tradicionais do bairro. Durante o passeio a pé de um bar para o outro, que pode durar até quatro horas, Paulo dá uma aula sobre a história dos bares e de quem os frequenta, fazendo com que seus clientes se sintam cidadãos cariocas. O valor é de R$ 279 e inclui cerveja ilimitada em cada bar, degustação de três cachaças, uma bebida exótica e bebidas não alcoólicas, além de 10 tipos de petiscos escolhidos pelo anfitrião.

O Segredos da Bossa Nova são apresentados por Cecelo(foto: Divulgação Airbnb/Gustavo Wittich)
O Segredos da Bossa Nova são apresentados por Cecelo (foto: Divulgação Airbnb/Gustavo Wittich)

Para os mais saudosistas, um passeio de volta ao Rio de Janeiro dos anos 1950, o berço da Bossa Nova, na companhia de Cecelo, um músico profissional que conta a história do movimento musical passando por locais lendários, como o lugar onde Garota de Ipanema foi escrita. Na rota Segredos da Bossa Nova (www.airbnb.com.br/experiences/73158), ele leva os turistas, em sua maioria, estrangeiros, ao seu estúdio onde dá uma breve, porém explicativa aula sobre como nasceu esse ritmo tão característico da cidade.

* Estagiária sob supervisão de Taís Braga

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade