Publicidade

Correio Braziliense FÉRIAS

Conheça os lugares que encantam os pequenos, do safári ao museu

Do frio da esbranquiçada neve ao calor das praias, a viagem com as crianças não precisa ter um só destino. Os pequenos são mais exigentes quando a palavra de ordem é aproveitar. Os adultos adoram


postado em 21/12/2018 10:00 / atualizado em 19/12/2018 16:00

Priscila Cardoso, é fã de destinos com praias e naturezas para ir com as filhas, Gabriela e Giovana. (foto: Arquivo pessoal)
Priscila Cardoso, é fã de destinos com praias e naturezas para ir com as filhas, Gabriela e Giovana. (foto: Arquivo pessoal)

Dezembro de férias, de Natal, de chegada do novo ano. Muitas famílias aproveitam a temporada para conhecer novos lugares com os filhos ou para relembrar as experiências e as emoções de um roteiro preferido. Priscila Cardoso, 38 anos, servidora pública, é casada e mãe de duas meninas, Gabriela, 16, e Giovana, 3 (foto). A família costuma programar as viagens com seis meses de antecedência para obter preços bons, disponibilidade e escolher um destino que seja perfeito para a diversão de duas garotas com faixas etárias diferentes. Fãs de destinos com praias e natureza, o próximo roteiro não poderia ser diferente."Escolhemos Trancoso, na Bahia. Já estamos superansiosos, contando os dias para curtir essa praia".

Pelo país ou no exterior, o divertimento das crianças pode vir combinado com o aprendizado, como nos parques de animais, que ensinam a importância da preservação da fauna, além dos costumes de cada espécie. A natureza também é motivo de aprendizado nas piscinas naturais, trilhas e atividades ao ar livre. Aproveite para viver um pouco da vida das crianças e conviver com a alegria incansável. Elas merecem!

África do Sul
(foto: Claudine Blanco)
(foto: Claudine Blanco)
 
A aventura é indicada para as crianças maiores de 4 anos de idade. Um dos roteiros mais clássicos é a junção da capital, Cape Town, com a região do Kruger Park. Os passeios são diversificados, safáris para observar a savana, os animais como pinguins, lobos-marinhos e/ou avestruzes, ou para conhecer o museu do Nelson Mandela e o paradisíaco Cabo da Boa Esperança. Onde ficar: Kapama, para fazer safari, e no Southern Sun, em Cape Town. Mais informações: (http://viajarcomcriancas.com.br/).

Fortaleza
(foto: Wikipedia Commons/ Reprodução)
(foto: Wikipedia Commons/ Reprodução)
 
A capital do Ceará reúne a beleza das praias com clima de alegria. A cidade que tem diversão para os adultos, como shows de humor, oferece alegria aos pequenos também, com brinquedos mecanizados em pracinhas e o grande parque aquático, Beach Park, que atrai turistas de todos os lugares com as atrações Vaikuntudo e Insano, os mais famosos. Onde ficar: Beach Park Resorts (www.beachpark.com.br/os-resorts).

Buenos Aires
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
 
Enganam-se os pais que acham que esse destino na Argentina não oferece alegria aos pequenos. Aqui, é possível conhecer museus e esculturas, como a da personagem Mafalda, do cartunista Quino, no Paseo de La Historieta, os zoológicos (é possível fazer carinho em alguns animais), ou se aventurar no Parque de La Costa, com shows e jogos para toda a família. De quebra, leva-se na bagagem o conhecimento sobre um idioma, cultura e gastronomia. Onde ficar: Hotel Hilton Buenos Aires (www3.hilton.com/en/hotels/argentina/hilton-buenos-aires-BUEHIHH/index.html).

Península de Maraú
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
 
A 200km da capital da Bahia, o lugar com águas verdes-esmeraldas e transparentes tem clima propício ao turismo, com passeios de bicicletas, mergulho em piscinas naturais, caminhadas por trilhas ecológicas e refrescantes banhos de cachoeira. É diversão para todos os gostos e idades. Onde ficar: Villa Balindendê (www.villabalidende.com.br/pt-br/).

Caldas Novas
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
 
Este paraíso de águas termais goianas é destino queridinho dos brasilienses. O local, que apresenta uma grande oferta de estadias, conta com restaurantes, feirinhas e parque de diversão. Mas, há quem diga que não sobra fôlego para visitar esses pontos turísticos, já que as grandes atrações da cidade são os grandes parques aquáticos, com várias piscinas, toboáguas e até praia do cerrado. Tem para todos os gostos. Onde ficar: Hot Park Hotel (http://hotpark.com).

Valle Nevado
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
 
Na região metropolitana do Chile, a pedida é esquiar! Com ao menos 44 pistas de esqui, o lugar é uma verdadeira aventura. O Burton Riglet Park é uma escola de snowboard às crianças de 3 a 7 anos de idade. Promete ensinar todas as técnicas aos pequenos, além de ter estrutura para os equipamentos necessários para eles. Onde ficar: Hotel Puerta Del Sol (https://vallenevado.com/pt/hospedagem/hoteis/hotel-puerta-del-sol/).

Orlando
(foto: Stinne/Pixabay)
(foto: Stinne/Pixabay)
 
Falar em locais para passar o fim de ano e não citar Orlando é impossível. O destino é, disparado, a primeira opção, por seu período escolar coincidir com o do Brasil. O sucesso dos parques de diversão atrai crianças, jovens e adultos para ver personagens famosos do Walt Disney World. Atualmente, Orlando abriga mais dois parques, além do Walt Disney; o Sea World e o Universal Orlando garantem a diversão dos turistas e ocorrem durante o ano todo, mas em especial no Natal e no réveillon.

O que diz a lei

Ao decidir o destino para levar os pequenos, é importante se lembrar da documentação exigida para evitar dor de cabeça na hora de embarcar.

Crianças brasileiras até 12 anos incompletos em voos nacionais:

Certidão de Nascimento (original ou cópia autenticada), ou documento de identificação civil com foto (como RG ou passaporte), com fé pública e validade em todo o território brasileiro.

Documento que comprove a filiação ou vínculo com o responsável.

* Em casos especiais, como crianças desacompanhadas dos pais, vale consultar o site da ANAC. (www.anac.gov.br/assuntos/passageiros/documentos-para-embarque#doze-bra-domes).

Crianças e adolescentes brasileiros, de zero a 17 anos, em voos internacionais:

Acompanhados dos pais ou responsáveis (tutor, curador, guardião):
Passaporte brasileiro válido.

Acompanhados de apenas um dos pais 
Passaporte brasileiro válido. Autorização expressa do outro genitor, por meio de documento com firma reconhecida. 
 
*Estagiária sob supervisão de Taís Braga

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade