Publicidade

Correio Braziliense CARIBE

Berço das Américas, Puerto Plata é território de beleza e conhecimento

Puerto Plata, na República Dominicana, abriga monumentos, construções coloniais e ruínas da primeira igreja e da casa que abrigou Cristóvão Colombo na América. Um mergulho na cultura


postado em 30/03/2019 10:00 / atualizado em 27/03/2019 16:55

(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)


Quem curte viagem que contempla cultura e história certamente vai amar Puerto Plata, na costa da República Dominicana. A cidade é repleta de atrações que proporcionam uma viagem à história do continente americano. “A República Dominicana é conhecida como o berço das Américas, e Puerto Plata tem o privilégio de ser um registro desse passado”, afirma  Magaly Toribio, assessora de marketing do Ministério do Turismo da República Dominicana (Mitur). “Os numerosos vestígios coloniais que a província abriga, incluindo uma das fortalezas mais antigas do Novo Mundo e as ruínas de La Isabela, formam um patrimônio valiosíssimo que representa a época em que a influência espanhola se une ao legado dos habitantes originais.”

A cidade tem belas casas em cores pastel e varandas de madeira(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
A cidade tem belas casas em cores pastel e varandas de madeira (foto: Wikimedia Commons/Reprodução)

Conhecida como Puerto Plata, a cidade San Felipe de Puerto Plata tem belas casas de estilo neoclássico e vitoriano do fim do século 19 com cores pastel e varandas com acabamento em madeira. Um dos destaques é a Fortaleza San Felipe, uma das fortificações mais antigas do Novo Mundo (foto). Construída em 1577 para proteger a costa norte do país de ingleses e holandeses, a fortaleza abriga hoje um museu que exibe canhões originais e armas antigas, além de ser um belo local para apreciar o pôr do sol no mar.

O Museu do Âmbar, no Centro da cidade, conta com uma pequena e completa coleção de peças feitas dessa pedra cor de mel, que ainda é extraída da resina fossilizada de árvores pré-históricas. Perto dali, o Museu Gregorio Luperón conta a história desse herói nacional, reconhecido pela vitória das forças dominicanas para restaurar a independência da Espanha, em 1865. Lá estão exibidos trajes e móveis dessa época.

Parque Nacional

Na Colina Isabel das Torres, um passeio de teleférico(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
Na Colina Isabel das Torres, um passeio de teleférico (foto: Wikimedia Commons/Reprodução)

Um passeio imperdível é explorar as ruínas de La Isabela, o primeiro assentamento espanhol no Novo Mundo, fundado por Cristóvão Colombo em sua segunda viagem, em 1493. Convertido agora em um parque nacional, ainda há marcas do primeiro lar de Colombo na América, no alto de uma escarpa com vista para o mar, e a primeira igreja católica, onde se celebrou a primeira missa. Basta caminhar por ali ou fechar os olhos em frente ao Oceano Atlântico para imaginar a expedição espanhola chegando ao Novo Mundo.

Na área das ruínas, se encontram o Templo das Américas, uma versão moderna daquela igreja original, e um museu que oferece informações sobre os habitantes taínos e a chegada dos espanhóis, assim como outras relíquias preservadas.

A Playa Dorada é uma das mais bonitas da cidade(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
A Playa Dorada é uma das mais bonitas da cidade (foto: Wikimedia Commons/Reprodução)

Não deixe de ir, de teleférico, ao topo da colina Isabel de Torres, a 800 metros de altura, um dos lugares mais emblemáticos da região, onde fica um gigantesco Cristo Redentor. Uma vez ali, só resta aproveitar as vistas maravilhosas para as praias do Atlântico ou caminhar pelos jardins botânicos cheios da flora local.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade