Publicidade

Correio Braziliense

Via(gem) Sacra: o turismo religioso na Semana Santa

Brasil conta com mais de 300 destinos com rica inspiração religiosa. Ainda dá tempo de conhecer um destes lugares sagrados e aproveitar o feriado de páscoa com muita fé


postado em 05/04/2019 10:00 / atualizado em 03/04/2019 11:58

Via Sacra nas ruas de Ouro Preto, em Minas Gerais (foto: Beto Magalhaes/EM)
Via Sacra nas ruas de Ouro Preto, em Minas Gerais (foto: Beto Magalhaes/EM)


Para além de um momento de descanso, o feriado da Semana Santa significa um período de devoção aos fiéis cristãos. São milhares de pessoas ao redor do mundo que peregrinam seguindo os passos de Jesus, professando sua crença. O Brasil segue firme na rota de destinos religiosos, mais de 300 municípios possuem atrativos no segmento. Destes, 96 contam com um calendário exclusivo voltado aos festejos santos, segundo levantamento do Ministério do Turismo (MTur). As diversas opções rendem um faturamento de R$ 15 bilhões anualmente ao país.

Um mergulho na espiritualidade aliado ao prazer de conhecer novos lugares é uma combinação infalível que conquista viajantes de todas as idades. Participante de um grupo de jovens católicos, Brenda Marques, 22 anos, foi três vezes a Aparecida do Norte, em São Paulo. “Tive o prazer de conhecer o Santuário Nossa Senhora Aparecida e sempre acompanhada do meu grupo da igreja, o que me incentivou bastante, porque é uma fé partilhada, estávamos todos com pessoas que dividem a mesma espiritualidade”, conta.

(foto: Arquivo Pessoal )
(foto: Arquivo Pessoal )

A publicitária diz que o encantamento deste tipo de turismo transpassa os prazeres encontrados em viagens comuns. “Quando vou viajar, sempre busco locais que possuem opções religiosas para visitar. Eu sou assídua na igreja e quando estou em passeios, isso se torna ainda mais frequente. Em Aparecida pude notar que o local contribuiu muito com a minha fé. A beleza do santuário me ajuda a entrar em oração. Há esculturas e pinturas que me remetem a todo momento à minha espiritualidade e tudo isso conta como um grande estímulo”. Brenda pretende dar passos maiores nas próximas viagens, sempre atrás de sua crença. “Há muitos lugares que eu ainda quero percorrer no Brasil, mas a minha próxima viagem, que está ainda sendo programada, vou à sede do catolicismo, quero ver Roma”, conclui a jovem devota.

 

Rota da fé  

 

Aparecida do Norte - São Paulo

 

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
 



O local sagrado é um antigo conhecido, sobretudo, dos devotos da santa que dá o nome ao município. A 169 quilômetros da capital paulista, a cidade abriga a Basílica Nossa Senhora da Aparecida, a segunda maior do mundo, ficando atrás somente da Basílica de São Pedro, no Vaticano. O santuário foi construído para abrigar a imagem da padroeira do Brasil, encontrada no Porto Itaguaçu.

Durante os festejos de Corpus Christi, a basílica preparou uma programação para toda a semana. Entre os dias 14 e 21 de abril, serão realizadas missas, procissões e vigílias em homenagem ao sacrifício e ressurreição de Cristo. As atividades estão disponíveis na página do templo religioso, em: www.a12.com/santuario.

Fazenda Nova - Pernambuco

 

 

Maior teatro a céu aberto, Nova Jerusalém, no Pernambuco (foto: Joao Tavares/Phototek/Divulgacao)
Maior teatro a céu aberto, Nova Jerusalém, no Pernambuco (foto: Joao Tavares/Phototek/Divulgacao)
 

 

Abrigando o maior teatro a céu aberto do mundo, o Nova Jerusalém, a cidade é detentora de uma das maiores celebrações da Semana Santa. A festa é antiga em Fazenda Nova, o Drama do Calvário atraía turistas e moradores das cidades vizinhas às ruas da cidade nas décadas de 1950 e 1960.

A construção do teatro foi iniciada em 1956, a ideia era trazer ao sertão uma réplica de Jerusalém. Com mais de 100 mil metros quadrados, cerca de um terço do tamanho da cidade israelense na época de Cristo, o local comporta nove palcos, 70 torres, lagos artificiais e uma muralha de mais de 3 quilômetros de extensão que circunda todo o espaço cenográfico.

Entre os dias 13 e 20 de abril, cerca de 500 atores dividem os palcos em uma encenação de cerca de 3 horas de duração. O público acompanha todo o espetáculo caminhando em torno dos cenários, junto aos artistas que contam a história da paixão, crucificação, morte e ressurreição de Cristo. A programação completa, venda de ingressos e demais informações estão disponíveis em: www.novajerusalem.com.br.

Nova Trento - Santa Catarina

 

 

(foto: Fernando Cavalcanti/Flickr)
(foto: Fernando Cavalcanti/Flickr)
 

 

A pequena cidade catarinense é detentora do Santuário Santa Paulina, que além de ser um espaço dedicado à fé e à adoração, é um parque ecológico com trilhas, cachoeiras e animais silvestres que habitam a região. O local é perfeito para meditação e conexão com a espiritualidade.

O enorme templo tem capacidade de abrigar três mil pessoas sentadas e outras três mil em pé. Os peregrinos podem depositar o seu pedido em uma urna aos pés da imagem do cordeiro, representando o sacrifício de Cristo pela humanidade. A Via Sacra é estampada nas paredes de saída. O complexo conta com outras três capelas, cada uma dedicada a uma praxe cristã.

As comemorações de Páscoa serão distribuídas entre o santuário, o centro da cidade de Nova Trento e algumas outras igrejas locais. Entre 14 e 21 de abril, ocorrerão procissões, caminhadas e missas dedicadas aos festejos pascais. O site da prefeitura disponibiliza a programação completa em: www.novatrento.sc.gov.br.

Ouro Preto - Minas Gerais

 

 

Procissão nas ruas históricas de Ouro Preto (foto: Juarez Rodrigues/EM)
Procissão nas ruas históricas de Ouro Preto (foto: Juarez Rodrigues/EM)
 

 

As centenárias ruas de Ouro Preto guardam muita história do Brasil Colônia, desde sua fundação em 1711. Os primeiros a se instalarem foram bandeirantes que passavam pelas estradas mineiras, levando riquezas do estado à região costeira. A cidade já foi a mais populosa da América Latina, por volta da década de 1730. À época, eram 40 mil pessoas morando na região. Para ter ideia da expressiva quantidade de gente, nesse período, Nova York tinha a metade de moradores e São Paulo, apenas 8 mil.

A comemoração de Páscoa é compartilhada entre dois templos católicos. Nos anos pares, a festa ocorre na Paróquia Nossa Senhora do Pilar e nos ímpares, na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição. Entre os dias 12 e 20 de abril, a cidade espera pelos fiéis para participarem das procissões, missas e vigílias pelas ruas de pedras. A programação completa está disponível no site da prefeitura: ouropreto.mg.gov.br.


Paraty -Rio de Janeiro

 

 

(foto: Pinterest/CB/CB/Reprodução/D.A Press)
(foto: Pinterest/CB/CB/Reprodução/D.A Press)
 


Cidade secular que conserva a memória da era do ouro, sendo um dos caminhos que levava os preciosos minerais brasileiros aos portos marítimos. As ruas de blocos de pedras não permitem o trânsito de carros, o que além de preservar o espaço, faz o turista manter os olhos atentos aos antigos casarões e ao verde mar que circunda toda a cidade. Fundada em 1667, Paraty sempre esteve ancorada em costumes católicos, a cidade cresceu ao redor da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, a padroeira do município, e conta com 23 festejos religiosos durante todo o ano.

Na Semana Santa, cristãos inundam as ruas para participar do mais popular e democrático festejo, a Procissão do Fogaréu, ocorrida na Quinta-feira Santa e relembra a prisão de Jesus. Carregando tochas, religiosos percorrem o centro histórico e peregrinam por todas as igrejas da região. A única cidade que mantém viva esta tradição, além de Paraty, é a cidade de Goiás Velho, em Goiás. A programação se estende entre os dias 14 e 21 de abril e pode ser conferida em:  www.paraty.com.br. 



* Estagiária sob supervisão de Taís Braga

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade