Publicidade

Correio Braziliense

Carrancas em Minas Gerais, um verdadeiro cenário de novela

Carrancas, a 885 quilômetros de Brasília, foi rota de bandeirantes e inconfidentes e estimula o contato com a natureza. Cidade Mineira é berço de um complexo majestoso de cachoeiras


postado em 18/04/2019 10:01 / atualizado em 18/04/2019 10:01

(foto: Gustavo Capanema/Divulgacao)
(foto: Gustavo Capanema/Divulgacao)


Carrancas é, sem dúvida, umas das cidades mais encantadoras de Minas Gerais. Com menos de 5 mil habitantes, o município abriga um complexo de águas cristalinas únicas no estado, por isso o título de Cidade das Cachoeiras. Localizada no sul do estado, na Bacia Alto do Rio Grande, a cidadezinha é berço de cultura local ímpar, com festas e arquitetura marcantes. Encanto que chamou a atenção de diretores que transformaram a vila em vários cenários de novelas da Rede Globo.

A pequena cidade entre serras foi rota de bandeirantes e inconfidentes durante a corrida do ouro, no século 18. Inclusive, foram os bandeirantes que batizaram a cidade com esse nome. Segundo relatos da história da formação da cidade, em um dos pontos de mineração era possível ver duas pedras que tinham semelhança com a fisionomia humana. A tradição e a cultura ao longo do tempo estão preservadas entre casas, casarões e fazendas emblemáticas.

Na Igreja Nossa Senhora da Conceição, de 15 em 15 minutos as badaladas do sino ecoam sobre o vilarejo. A construção do século 18 e patrimônio cultural de Carrancas abrigam obras atribuídas a Joaquim José da Natividade, discípulo de Aleijadinho, detalhes em ouro no altar, além de belos móveis de madeira. Um destaque para a sua arquitetura externa feita de quartzito, rocha encontrada na região, e suas torres, sutilmente diferentes uma das outras. Outro marco da religiosidade da cidade é a Capela de Nossa Senhora da Conceição do Porto do Saco, construída provavelmente no início do século18 no distrito de Porto do Saco. A pequena capela branca de janelas azuis é tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG) e é o primeiro patrimônio municipal de Carrancas.

Identidade


O interior de Carrancas é formado por várias fazendas dos tempos dos bandeirantes, algumas em atividade, outras transformadas em hotéis-fazenda. Entre as mais tradicionais estão a Fazenda da Serra das Bicas, a Fazenda das Pitangueiras, do Retiro de Baixo, da Cachoeira, do Bananal, Fazenda do Grão Mogol e a Fazenda do Saco. A estação de trens Carrancas também é ponto turístico da cidadezinha.

A cultura regional, o folclore e as festividades, de maioria católica, são tradições marcantes no município, como o congado e a folia de reis. Depois de um dia de muita aventura nas cachoeiras e trilhas da região, nada melhor do que aproveitar o que a cidade oferece. A arte da herança colonial e os costumes das fazendas são marcas no artesanato local. Na cidade, há lojas de artesãos com produtos ricos em detalhes e histórias. A culinária conta com o melhor da gastronomia mineira, mas não impede o turista de encontrar pratos contemporâneos e apetitosos.

Se você está à procura de um contato com águas cristalinas e relaxantes, Carrancas é esse lugar. As águas brotam e fazem jus ao nome Terra das Cachoeiras. São mais de 30 atrações mapeadas, mais de 60 atrativos naturais entre serras, grutas, poços e cachoeiras, das mais diferentes trilhas, paisagens e graus de dificuldades para se chegar. São caminhos ideais para caminhadas, pedaladas e trechos de rapel e escalada. As cachoeiras em Carrancas atraem famílias e aventureiros do ecoturismo. Conheça alguns complexos de águas que formam a região.

 

 

Terra das Cachoeiras 

 

(foto: Marden Couto/turismodeminas.com.br)
(foto: Marden Couto/turismodeminas.com.br)

 

Complexo da Fumaça 

Bem pertinho da cidade, há várias quedas d’águas e piscinas naturais. Não são cobradas taxas de visitação para esse complexo.

Cachoeira Véu de Noiva 

Formada pela união dos córregos do Café e da Serra, é a maior cachoeira do município, com queda de 40 metros de altura e poços de água cristalina. Mas o destaque é para as piscinas naturais no alto da queda, com vista de tirar o fôlego, mas é preciso cuidado.


Cachoeira do Luciano

 

(foto: carrancas.com.br)
(foto: carrancas.com.br)
 
Integrante do Complexo da Fumaça, encontra-se no caminho para o Complexo da Vargem Grande, pequena cachoeira de visual deslumbrante.

Cachoeira da Serrinha 

Siga a trilha até a Cachoeira da Fumaça — cartão-postal e parada obrigatória para apreciar as belezas naturais em Carrancas. A maior queda d’água tem mais de 15m de altura e piscinas naturais ao redor, mas está fechada para as atividades de banho, acampamentos e prática de esportes radicais. O decreto da prefeitura se deu pelo alto índice de mortes por afogamento e poluição.


Complexo da Zilda 

 

(foto: turismodeminas.com.br)
(foto: turismodeminas.com.br)

Um verdadeiro parque aquático natural espera por você. Cachoeiras, corredeiras, escorregadores, grutas, pinturas rupestres, além de atrativos para a prática de esportes radicais. Tem que ter fôlego para chegar até a cachoeira: andar no meio da mata, escalar pequenos paredões de pedra, atravessar algumas corredeiras, mas a chegada vale a pena.

Complexo da Toca 

Poço do Coração: A formação rochosa que lembra um coração dá nome ao local. Tem uma piscina natural e uma pequena queda d’água, uma excelente opção para banho. A gruta, com mais de 300 metros de extensão, pode ser percorrida a pé. Porém, em alguns trechos é preciso fazer o trajeto agachado e é inevitável não se molhar.


Complexo da Vargem Grande 

 

(foto: Marden Couto / carrancas.com.br)
(foto: Marden Couto / carrancas.com.br)

 

É um verdadeiro complexo de águas. O local apresenta uma série de corredeiras e pequenas quedas formando poços e piscinas naturais.

 

 

 

Poço da Esmeraldas 

Apesar de a queda d’água não ser grande, no poço é possível nadar tranquilamente. É uma das mais bonitas atrações de Carrancas.

 



* Estagiário sob a supervisão da editora Teresa Caram, dos Diários Associados

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade