Publicidade

Correio Braziliense EXPERIÊNCIAS

Conheça os melhores destinos para visitar e se mudar

Pesquisa aponta 15 países considerados os melhores para se fazer carreira no exterior. Enquanto amadurece a ideia de uma nova vida profissional, o viajante pode conhecer os pontos turísticos e começar a se ambientar


postado em 27/06/2019 10:00 / atualizado em 26/06/2019 15:25

(foto: Wikimédia Commons/Reprodução)
(foto: Wikimédia Commons/Reprodução)


“Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida”. A frase é do filósofo chinês Confúcio, que viveu de 551 a 479 a.C. com dogmas que se baseavam na sabedoria moral e no altruísmo. Muitas vezes, a afirmação filosófica é responsável por engatilhar uma mudança no comportamento de diversas pessoas. Um passo dado à frente é sempre uma expectativa de dias melhores. Seja na mudança de profissão, de cargo ou de empresa. Mas, por que não de país? O viajante pode aproveitar um roteiro turístico e avaliar as possibilidades.

Cerca de 62% dos jovens brasileiros na faixa dos 16 aos 24 anos demonstraram vontade de morar no exterior, de acordo com a sondagem do Instituto Datafolha de 2018. No mesmo ano, 22.538 pessoas registraram entrega de declaração definitiva de saída do Brasil, segundo dados divulgados pela Receita Federal. A comparação com o ano de 2011, cujo volume se quantificou em 8.170 declarações, aumentou em 64%.

Para quem pretende deixar o país em busca de mais conhecimento e novos desafios profissionais,  o professor de finanças da Universidade de Brasília (UnB), Bruno Fernandes aconselha de antemão pesquisar o custo de vida no país de destino para que se possa fazer uma programação financeira e evitar surpresas durante o caminho. “Há diferenças nos custos de vida em cada país, que envolve aluguel, alimentação, entre outros. É preciso conhecer quanto é esse custo e fazer uma programação financeira até que se arrume um emprego. Tentar conseguir juntar um recurso suficiente para que se consiga se manter no país seis meses sem trabalhar”.

Fernandes também ressalta a opção de comprar a moeda do país de destino ao longo do tempo. “É preciso acompanhar a cotação da taxa de câmbio e não pode deixar para comprar em cima da hora porque corre o risco de o dinheiro desvalorizar muito e pegar uma taxa de câmbio alta”. Como forma de dar um norte às pessoas que desejam ingressar no mercado exterior e desvendar novos ares, em 2018, a Expat Insider, pesquisa feita pela InterNations — rede social para expatriados —, destacou os melhores lugares para fazer carreira no mundo. No total, 18.135 expatriados serviram de base para a pesquisa. O Turismo selecionou alguns países da lista entre os 10 melhores.

 

Bahrein

(foto: Wikimédia Commons/Reprodução)
(foto: Wikimédia Commons/Reprodução)


Com um território de aproximadamente 750 quilômetros quadrados, o pequeno país insular do Golfo Pérsico é um arquipélago formado por 35 ilhas e ilhotas passíveis de ser habitadas. Tem um dos melhores índices de desenvolvimento humano da região e cultura predominantemente árabe.

A economia é voltada para o refinamento e a produção de petróleo, o que contribui em 30% do PIB, assim, a população é presenteada com modernos meios de comunicação, transportes e prédios. Para se chegar ao local, é necessário fazer parada em Dubai e depois seguir até o roteiro final.

De passagem para o Reino de Bahrein a trabalho, o brasileiro precisa seguir alguns passos para que se cumpra a atividade legalmente, segundo o site do Ministério de Negócios Estrangeiros do Reino de Bahrein. Consulte: www.mofa.gov.bh/Default.aspxtabid?=8260&language=ar-BH.

Regularize a papelada


Para obter o visto para trabalho doméstico e empregados similares que trabalham para nacionais do Bahrein, com
validade: de 2 anos, sujeito à renovação, é preciso:

  • Formulário de candidatura.
  • Cópia do passaporte.
  • Licença de trabalho emitida pelo Ministério do Trabalho de Bahrein
  • Cópia do documento de identidade do fiador e o benefício (se for concedido pela primeira vez).
  • Cópia do documento de identidade do requerente ou representante legal.
  • Atestado médico no site http://lmra.bh/portal/ar/gamca/index é possível conferir sobre o próprio estado de saúde.
  • As exigências para o visto de estrangeiros de visita para trabalho são as mesmas solicitadas. A diferença é que não há validade informada. No site www.npra.gov.bh/, é possível ter acesso a formulários e outras informações.

Vietnã

(foto: Img Hoot/Reprodução)
(foto: Img Hoot/Reprodução)

Situado na península da Indochina, na Ásia, o lugar que teve um passado sofrido — com duas guerras — mostra que consegue se reerguer a cada dia. O país conta com o crescimento da tecnologia como forma da reestruturação econômica, além disso, é o terceiro maior produtor de petróleo do sudeste asiático. Culturalmente conhecido pelos campos de arroz, cultiva o plantio do cereal em grandes áreas. A culinária local é uma fusão de temperos regionais que faz com que o paladar seja único.

Os  pratos mais comuns são feitos à base de molho de peixe, pasta de camarão, arroz, ervas, frutas e legumes frescos, limão, pimenta regional e molho de soja. O goi cuon (rolinhos de arroz e legumes) é um dos pratos típicos. O lugar também consegue ser paraíso de paisagens arrebatadoras e praias dignas de refúgio. A capital, Hanói, é a segunda maior cidade do Vietnã e uma das cinco portas de entrada.

De acordo com o site do Ministério das Relações Exteriores do Vietnã, para a emissão de visto, é preciso se atentar à Lei nº 47/2014 / QH13 do país. O passaporte precisa estar dentro do prazo de validade caracterizado como trabalho, com data limite a dois anos. É possível conferir todas as informações no site https://visa.mofa.gov.vn/Homepage.aspx.

 

Taiwan

(foto: Wikimedia Commons/Divulgação)
(foto: Wikimedia Commons/Divulgação)


Situado na Ásia Oriental, o estado insular integra o grupo dos “tigres asiáticos”, denominação referente à economia desenvolvida classificada como a 26º maior do mundo, tem como peça chave a indústria tecnológica. O mandarim é a língua oficial praticada por muitos nativos, porém, o inglês também faz parte dos idiomas de comunicação da região. A influência da China Continental aparece nos sabores. Os nativos adotam uma culinária  à base de frutos do mar.

Rica culturalmente, Taiwan é considerada o centro da música pop mandarim. Na região, existem museus especializados em contar a tradição chinesa. Na capital Taipei, o National Palace Museum guarda uma das maiores e mais antigas coleções de artigos chineses do mundo. Para chegar à capital,  brasileiros devem sair de São Paulo, fazer uma parada em Dubai e seguir para Taipei.

Documentação necessária para trabalhar legalmente no país

Além dos requisitos para preencher as fichas cadastrais nos sites oficiais (www.boca.gov.tw/cp-158-4158-09d5a-2.html#download), para quem vai à República da China (Taiwan) com o intuito de procurar trabalho, é preciso:

  • Duas fotos tamanho passaporte com fundo branco em cores, dentro do período de 6 meses.
  • Passaporte original e fotocópia, válido por 6 meses com páginas em branco.
  • Comprovação de salário médio mensal ou remuneração nos últimos 6 meses que não seja inferior a NT $ 47.971, equivalente a R$ 5.851,97 do real brasileiro.
  • Certificado de graduação em uma das 500 melhores universidades do mundo, segundo o Ministério da Educação da ROC (www.topuniversities.com/university-rankings/world-university-rankings/2018), elegível de acordo com os critérios do Ministério dos  Negócios Estrangeiros
  • Comprovação de recursos financeiros, com o mínimo ou equivalente a NT $ 100.000, cerca de R$ 1.231,00
  • Prova e seguro saúde durante o período de permanência.
  • Certificado de boa conduta.
  • Intuito de conquistar emprego.
  • Outros documentos comprovativos, caso seja solicitado.
  • Brasilienses podem apresentar os pedidos com a documentação necessária e taxa no Consulado de Taiwan.
  • Qualquer dúvida, é possível entrar em contato pelo número: (61) 3364-0221.

 República Tcheca

 

(foto: Wikipédia/Divulgação)
(foto: Wikipédia/Divulgação)


País da Europa Central, possui uma área de aproximadamente 79 mil quilômetros quadrados. Tem uma economia avançada, conhecida por proporcionar alto nível de padrão de vida à população. A capital, Praga, é tombada patrimônio da humanidade pela Unesco, e agrega em seu território prédios dos mais diferentes estilos, um conjunto de góticos, românicos, barrocos, entre outros. É avaliada como a quinta cidade mais visitada da Europa. Com a língua oficial sendo a tcheca, a comunidade também se comunica em inglês ou alemão. O país recebe os visitantes em dez entradas, em diferentes regiões.

Aos brasileiros que desejam embarcar de partida ao país com o intuito de trabalhar, há duas opções que precisam ser seguidas legalmente. Cartão de empregado ou um visto a longo prazo para empregos sazonais.

Requisitos para obter o cartão de empregado

  • Documento de viagem dentro do prazo de validade, podendo ser o passaporte.
  • Prova de alojamento, cujo documento especifique os dados da futura moradia no país.
  • Uma foto atual.
  • Contrato de trabalho, no qual o salário mensal não seja inferior ao salário mínimo mensal, com o mínimo de 15 horas de jornada semanal.
  • Documentos que comprovem a competência profissional que será exercida no país.
  • Sem registros criminais.
  • Documento que comprove o bom estado de saúde, de acordo com a Lei 258/2000 estabelecida pelos requisitos do Ministério da Saúde da República Tcheca.
  • Os documentos enviados precisam ser de modo original ou em cópia autenticada oficialmente. As exigências para o visto de longa duração para emprego sazonal difere somente na permissão de trabalho que precisa ser apresentada de acordo com a Seção 96 (1) da Lei do Emprego do país. As informações podem ser conferidas no site do Ministério do Interior da República Checa. www.mvcr.cz/clanek/vizum-k-pobytu-nad-90-dnu-dlouhodobe.aspxq?=Y2hudW09Mg==.

 Equador

 

(foto: Wikimédia Commons/Reprodução)
(foto: Wikimédia Commons/Reprodução)


Localizado na América do Sul, o Equador tem um território de aproximadamente 256.370 quilômetros quadrados. Fronteiriço do Peru e da Colômbia, a língua predominante é o espanhol. Rico de uma história única, o país recebeu formações indígenas, descendentes de mestiços e afro. As festas expressam a tradição local das origens ancestrais.

Irmão de nome da mesma linha imaginária que divide a Terra em dois hemisférios, o país esbanja cultura e beleza pelos vulcões, praias e lagos que agrega. As ilhas também fazem parte do cenário da região, todas com uma beleza exuberante. Uma delas é Galápagos, que faz parte da rota com um arquipélago de 13 ilhas principais, 5 ilhas médias e 215 ilhotas.

O lugar serviu como laboratório para o inglês Charles Darwin, em 1835. Logo depois, tornou-se Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. Para chegar ao país, os voos saídos de São Paulo fazem paradas apenas no Panamá,  aterrizando na capital Quito e na costa do Pacífico em Guayaquil.

Com o desejo de ingressar no mercado de trabalho equatoriano, é necessário seguir algumas regras para a obtenção de visto de trabalho para residente temporário.

Requisitos básicos

  • Comprovante de mudança para a residência temporária.
  • Preencher o formulário de solicitação de visto no site www.cancilleria.gob.ec/wp-content/uploads/2019/02/ formulario_de_visas.pdf.
  • Passaporte válido e atual, sendo o original e a cópia da página da foto.
  • Certificado que comprove que não possui antecedentes criminais.
  • Comprovação de renda.
  • Ação pessoal ou contrato de trabalho de empresa pública ou privada.
  • Certificado de registro emitido pelo Ministério do
  • Trabalho do Equador.
  • Empregado público: Certificado de não manutenção de obrigações pendentes com o SRI e o IESS (Requisito solicitado ao empregador).
  • Empregado privado: Certificado de não manter obrigações pendentes com o SRI, IESS e a Superintendência de Empresas (Requisito solicitado pelo empregador).
  • Todo o processo pode ser conferido no site do governo do Equador, www.cancilleria.gob.ec/requisitos-para-solicitud-de-visas-no-inmigrantes-e-inmigrantes/, além da ajuda da Embaixada em Brasília (http://brasil.embajada.gob.ec/).

 

Mãos à obra

Conheça outros 10 países que fazem parte da lista de melhores lugares para inverstir numa nova carreira profissional

  • Singapura
  • Estados Unidos
  • Panamá
  • México
  • Chile
  • Malta
  • Estônia
  • Austrália
  • Myanmar
  • Bélgica
Fonte: InterNations

 

* Estagiária sob supervisão de Taís Braga

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade