Publicidade

Correio Braziliense

Uma imensidão de sabores nas ruas de Toronto

Multicultural, Toronto oferece comida do mundo inteiro, diversidade que reflete o grande número de imigrantes que deram vida à metrópole. É possível fazer tours gastronômicos de tirar o fôlego


postado em 18/07/2019 10:00 / atualizado em 17/07/2019 11:40

(foto: Turismo de Toronto/Divulgação)
(foto: Turismo de Toronto/Divulgação)


Toronto — Com a identidade esculpida pelas mãos de pessoas do mundo inteiro, Toronto ostenta a multiculturalidade como marca. O intercâmbio reflete-se, principalmente, na culinária da cidade cosmopolita. O cardápio da metrópole beira a infinitude de sabores. Um rápido passeio pelo Kensington Market, Patrimônio Histórico Nacional do Canadá, dá o tom da diversidade da segunda cidade do país, onde mais da metade dos 2,9 milhões de habitantes é estrangeira.

Despojado e com uma pegada hippie, o quadrilátero fica no centro, entre as ruas College, Dundas, Spadina e Bathurst. No século 19, a região abrigava imigrantes judeus e era considerada um dos mais pobres da cidade. Agora, reúne de tudo um pouco: casas, restaurantes, cafés, bistrôs, docerias, além de lojas de temperos, queijos, roupas e souvenirs.

 

 

(foto: Ana Viriato/CB/D.A Press)
(foto: Ana Viriato/CB/D.A Press)

Os idiomas se confundem — um pouco de inglês aqui, espanhol ali, chinês acolá. Dado o abrangente leque de opções do Kensington Market, guias criaram diversos food tours para explorar a região. Uma das empresas, a Chopsticks + Forks, oferece um passeio com a degustação de comidas de oito países, distribuídos entre cinco continentes, em pouco mais de duas horas.


Primeira parada: Nü Bugel, na 240 Augusta Ave. No restaurante, os famosos bagels são mergulhados em água com mel e assados em um forno à lenha. A dica é optar pelo sanduíche recheado com truta defumada, rúcula, geleia de pimenta e mostarda. Na lista de boas pedidas há, ainda, o bagel de frango defumado com pesto, geleia de pimenta e espinafre. A casa oferece uma água harmonizada para a degustação.

Na sequência, chega-se ao Golden Patty. No modesto restaurante jamaicano, com ares de padaria, são servidos pattys — pão de coco recheado com carne e queijo. A poucos metros dali, fica o Jumbo Empanadas, que aposta, como prato principal, nas humitas chilenas. Grosso modo, pamonhas de sal, servidas com vinagrete apimentado.

 

Aconchego


Na quarta parada, o cardápio fica por conta do Pow-Wow Café. O restaurante, que representou a culinária norte-americana, entrega o prato mais intrigante: bacon de pato com blueberries e pão frito. Sabor indescritível e memorável. A comilança continua no Tibet Cafe and Bar, que tem como carro-chefe dumplings. O gosto e a textura assemelham-se a de um ravióli. Os recheios variavam entre carne, frango e legumes.
(foto: Ana Viriato/CB/D.A Press)
(foto: Ana Viriato/CB/D.A Press)


A expedição tem fim na aconchegante Fika, representante do continente europeu na saga pelas ruas do Kensington Market. Na charmosa cafeteria, localizada em uma casa com estilo vitoriano, cookie e chá gelado para garantir a refrescância após a bateção de pernas.

A viagem gastronômica custa cerca de 79 dólares canadenses, mais taxas — cerca de R$ 240. Bebidas não estão incluídas no pacote. No calor, ocorre seis dias por semana. No inverno, o número de saídas cai para três.

 

 

Para saborear 

 


Conheça cinco restaurantes e rooftops imperdíveis:

Chubby’s Jamaican Kitchen

 

 

(foto: Ana Viriato/CB/D.A Press)
(foto: Ana Viriato/CB/D.A Press)

Próximo à Queen Street West, o aconchegante restaurante dispõe de um menu jamaicano. O valor das entradas varia entre CDA$ 6 e CDA$ 17. Os pratos principais ficam na média de CDA$ 17. Para abrir o apetite, sugere-se os famosos jerks wings, coxinhas de frango ou de porco defumadas, salteadas com pimenta-da-jamaica. Na mesa, quatro molhos são servidos, dos mais picantes aos agridoces. Principal drink da casa, o refrescante Everything Nice é feito com aperol, manga, limão, tamarindo e uísque. Reservas: chubbysjamaican.ca.

Reyna’s Patio

Com estrutura vitoriana de dois andares e jazz ao vivo, oferece pratos com inspiração mediterrânea. Entre os pratos imperdíveis, a burrata e o Lamb Shank Baklava — kataifi recheado com carne de carneiro frita, mel e açafrão. Os pratos são acompanhados de drinks. Sugere-se o Southside Society, feito com gin, menta, limão e uva. Reservas: barreyna.com.

Kost

O restaurante fica no 44º andar do Bisha Hotel, um dos rooftops mais chiques e bonitos de Toronto. Para os amantes de frutos do mar, o cardápio é um prato cheio. O salmão e o polvo à milanesa são imperdíveis. Para adocicar o paladar, tortas de chocolate amargo, maracujá e pistache. Reservas: kosttoronto.com.}


Bar Isabel

 

(foto: Ana Viriato/CB/D.A Press)
(foto: Ana Viriato/CB/D.A Press)

Com um ambiente casual, o bar fica em uma das mais charmosas regiões da cidade: Yorkville. No espaço, são servidos somente tapas — aperitivos da culinária espanhola. Impossível escolher um sabor preferido. Aventure-se com polvo grelhado, ceviche, croquetas, camarões, chouriço… A variedade da cartela de vinhos fecha com chave de ouro a experiência. Reservas: barisabel.ca.

Mildred’s Temple Kitchen

Em estilo despojado e eclético, o restaurante é uma ótima opção para quem quer degustar o brunch canadense. Como carro-chefe, a cozinha serve uma das melhores panquecas de maple beer e mirtilo da cidade, de acordo com locais. Entre as bebidas, chás gelados, sucos naturais e drinks refrescantes. Reservas: mildreds.ca.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade