Publicidade

Correio Braziliense FLORIANÓPOLIS

Milagres no cantão italiano

Distante 80 quilômetros, Nova Trento foi colonizada por imigrantes vindos do país europeu. Com eles, veio Maria Paulina, primeira brasileira canonizada, beatificada pelo papa João Paulo II


postado em 21/08/2019 17:00 / atualizado em 21/08/2019 13:52

O santuário de Santa Paulina ocupa uma área de 7 mil metros quadrados, com capacidade para 3 mil pessoas(foto: Jessé Rocha Tavares/Wikimedia Commons)
O santuário de Santa Paulina ocupa uma área de 7 mil metros quadrados, com capacidade para 3 mil pessoas (foto: Jessé Rocha Tavares/Wikimedia Commons)


Centenário, o município de Nova Trento abriga dois santuários em estilos diferentes, cada um com beleza e imponência muito particulares. A cidade foi colonizada por imigrantes italianos da chamada Região Trentina, que fica ao norte da Itália. Pouco mais de 80 quilômetros a separam de Florianópolis e a visita pode ser combinada com uma parada em São João Batista, maior polo calçadista de Santa Catarina.

Na antiga cidade de colonização italiana, Santa Paulina reina nos dois santuários. Ítalo-brasileira, Madre Paulina chamava-se Amabile Lucia Visintainer, nascida em dezembro de 1865 na cidade de Vigolo Vattaro, austríaca por origem e posteriormente anexada pela Itália. Ela chegou ao Brasil com os pais aos 10 anos e fez seus votos 20 anos mais tarde, dando início à Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição.

Os “milagres” reconhecidos de Paulina ocorreram no Brasil, em Santa Catarina e no Acre. Primeira santa brasileira, foi canonizada em 2002, tendo recebido o nome Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus. A beatificação foi realizada pelo papa João Paulo II, quando o pontífice esteve em Florianópolis.

O santuário em homenagem a Santa Paulina se ergue num espaço com área verde abundante e quase 7 mil metros quadrados cobertos, com capacidade para reunir 3 mil pessoas assentadas. Há três capelas em anexo, além do santuário principal, no formato de chapéu de freira, acessível por uma longa e bela escadaria.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade