Publicidade

Correio Braziliense

Destino: casamento

Por toda a importância que o momento representa, muitos casais priorizam investir na cerimônia dos sonhos em lugares que possam conciliar, no mesmo local, a lua de mel. Os convidados adoram


postado em 04/12/2019 04:18 / atualizado em 05/12/2019 10:42

(foto: Fotos: PxHere/Reprodução)
(foto: Fotos: PxHere/Reprodução)


Imagine uma cerimônia de casamento tendo como moldura uma praia paradisíaca com águas azul-turquesa na hora de dizer o sim. Nesse evento intimista, poucos mais que 50 convidados compartilham com os noivos o prazer de estar diante de uma vista de tirar o fôlego. Os chamados destination weddings — casamentos realizados em cidades ou países diferentes daqueles onde os noivos moram — estão caindo no gosto dos brasileiros. Pode ser em uma praia no Caribe, em uma ilha paradisíaca no Oceano Índico ou nas Maldivas, num hotel encravado nos Alpes suíços, a ideia é escolher o destino dos sonhos.

Estamos falando em paisagens únicas em locais impecáveis, em sua maioria resorts ao redor do mundo, com toda a estrutura necessária para receber cerimônias de casamento, além de benefícios exclusivos para os noivos e seus convidados. O casal comemora a união com seus amigos e familiares e, de quebra, proporciona uma viagem inesquecível.


A festa de casamento é considerada um das mais importantes da vida de um casal. Prova disso é de que esse é um mercado que segue em crescimento, apesar de crises econômicas, divergências religiosas e até políticas. De acordo com o portal de casamentos Zankyou Weddings, que atua em 23 países, anualmente são realizados mais de 30 milhões de casamentos no mundo. Destes, 7 milhões no Brasil. Em valores monetário, os números são ainda mais impressionantes: um total de 250 bilhões de euros são gastos com cerimônias no planeta. No estado de São Paulo, por exemplo, o montante atinge 1 bilhão de euros.

 

Investir na vida 

 

(foto: PxHere/Reprodução)
(foto: PxHere/Reprodução)


Na hora de dizer o sim, noivos estão optando em sair do lugar-comum e viajam para paraísos fora do país. Uma tendência mundial, casais levam convidados para curtir o antes, o durante e o depois da cerimônia. A tão sonhada lua de mel começa na fase anterior à troca de alianças, e os destinos — resorts, castelos e até convento ao redor do globo — são apaixonantes. Os números do portal apontam que cerca de 3 bilhões de convidados (no mundo) participam das festas, movimentando não só esse mercado como  o de roupas de festas e seus acessórios.

E o custo para planejar e executar uma cerimônia, seja no exterior, seja numa praia no Nordeste brasileiro, pode sair por um terço se o casamento fosse realizado na cidade dos noivos, pois, no pacote para mais de 30 convidados, alguns resorts oferecem aos noivos gratuidade da hospedagem ou realização da festa com direito à decoração especial, cerimonial, bufê e drinques.

Além de optar por eventos menores, os noivos da chamada geração Y — nascidos entre 1980 e 2000, extremamente globalizados e familiarizados com a internet —, buscam algo personalizado que foge do tradicional.

Seja qual for o estilo dos noivos — moderno, romântico ou aventureiro — a maior vantagem de fazer as malas para se casar é poder contar com um cenário cinematográfico, deslumbrante e paradisíaco para data tão marcante para os pombinhos. Eles buscam experiências personalizadas, que expressem exatamente a personalidade do casal.

Todo mundo sabe que o brasileiro é festeiro e não perde uma oportunidade de comemorar. Os números comprovam. Segundo dados da Associação Brasileira de Eventos (Abrafesta), o mercado de festas e cerimônias movimentou cerca de R$ 17 bilhões em 2018, sendo que o Sudeste representa 51% dos gastos (R$ 8,8 bilhões), seguido pelo Nordeste (R$ 3,1 bi), Sul (R$ 3 bi), Centro-Oeste (R$ 1,3 bi) e Norte (R$ 1 bilhão), mesmo com os impactos da crise nos últimos anos. O crescimento dos destinations weddings é ainda mais expressivo. Atualmente, uma em cada quatro celebrações são desse tipo.


Globalizados

A geração Millennials é o público objetivo do portal Zankyou Wedding, que pretende investir 760 mil euros (cerca de R$ 3,4 milhões) no Brasil, no aperfeiçoamento da plataforma e no aumento de sua rede de fornecedores. A geração Y é o principal alvo já que 83% fazem toda a organização de seu casamento on-line e gastam cerca de 9% a mais em suas festas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade