Publicidade

Correio Braziliense

Para além das ondas

Pesquisas mostram que turistas estrangeiros buscam não só o calor das praias brasileiras. A cultura, o ecoturismo e a gastronomia têm conquistado visitantes de diversos países. Além da capital, seis cidades se destacam


postado em 27/01/2020 10:00 / atualizado em 22/01/2020 11:34

(foto: Gilberto Travesso/CB/D.A Press)
(foto: Gilberto Travesso/CB/D.A Press)

Um em cada 10 turistas estrangeiros afirma que visitam o Brasil pelo turismo cultural, de acordo com o Estudo de Demanda Turística Internacional de 2018, do Ministério do Turismo (MTur). A mesma pesquisa indicou que os meses de dezembro a março concentraram mais de 50% do fluxo internacional de visitantes, com viagens de lazer.

Embora a imagem do país esteja fortemente ligada ao clima quente e às praias, seis cidades distantes do litoral estão entre os 10 lugares mais procurados pelos viajantes de outros países, no período entre dezembro de 2019 e janeiro deste ano, segundo levantamento do Expedia Group, plataforma mundial de viagens. São Paulo (SP), Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Brasília (DF), Gramado (RS) e Belo Horizonte (MG) ganharam a preferência.

Uma modalidade importante do setor, o ecoturismo, tem crescido desde 2014, aponta o estudo do MTur, com um aumento de 27% no período. O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio reforça que os dados mostram que o Brasil “possui diversos atrativos para todos os tipos de visitantes” e que merecem ser conhecidos pelos turistas estrangeiros “e por nós, que moramos aqui”.


SÃO PAULO (SP)

A capital paulista oferece diversidade cultural e gastronômica, com exposições, espetáculos de dança e circuitos culturais. Mas quem pensa que a capital é só cultura está muito enganado. Milhares de pizzarias, churrascarias, bares, padarias e restaurantes com a culinária de mais de 50 países colocam a cidade como um dos principais destinos gastronômicos. O turismo de negócios também é uma das marcas da economia local.


CURITIBA (PR)

(foto: RenatoSoares/MTur)
(foto: RenatoSoares/MTur)

A capital do Paraná possui 20 parques, sendo o Jardim Botânico, com estufa de vidro e metal que lembra o antigo Palácio de Cristal de Londres, um dos mais visitados. Outro atrativo imperdível é a Ópera de Arame, que possui estrutura tubular metálica e o teto transparente, e foi construída na cratera de uma antiga pedreira. O Centro Cívico é a sede dos três poderes do estado (Executivo Legislativo e Judiciário), ao lado do Museu Oscar Niemeyer, com acervo de mais de 2.200 obras de artistas renomados.


FOZ DO IGUAÇU (PR)
(foto: Jorge Cardoso/CB/D.A Press)
(foto: Jorge Cardoso/CB/D.A Press)

Sede de uma das novas sete maravilhas da natureza — as Cataratas do Iguaçu —, a cidade paranaense aparece em quinto lugar.  Com cerca de 260 mil habitantes, tem no turismo a base de sua economia. Lá, está a Hidrelétrica de Itaipu, que atrai milhões de visitantes. O município também possui o conhecido Marco das Américas, que simboliza o encontro das três fronteiras: Brasil, Paraguai e Argentina.


GRAMADO (RS)
(foto: Brocker Turismo/CB/D.A Press)
(foto: Brocker Turismo/CB/D.A Press)

Conhecida pelo “Natal Luz”, a cidade apresenta forte influência estrangeira, que se traduz na gastronomia e na arquitetura. Nos meses que antecedem as festas natalinas, centenas de artistas, entre bailarinos, cantores, músicos, atores, produtores e diretores aliam talento e inspiração, transformando Gramado em uma cidade mágica para a temporada.


BELO HORIZONTE (MG)
(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)
(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

A terra do pão de queijo, do tutu de feijão e de tantas outras delícias tem sido muito procurada pelos turistas. Com uma culinária que remete a uma tradição de décadas, Belo Horizonte vem se consolidando como um ativo imprescindível para o turismo gastronômico no país. A mistura da arquitetura de uma cidade grande junta-se ao jeito interiorano do mineiro — tão presente na cultura dos botecos e bares da Savassi e no Mercado Central de Beagá. O turista ainda pode conferir o Conjunto Moderno da Pampulha, patrimônio cultural da humanidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade