Turismo

O futuro mora do outro lado do mundo

O Japão, que sediará as próximas olimpíadas, se consolida como um dos países que mais investem em tecnologia e inovação. Por outro lado, os japoneses guardam as tradições e o culto à natureza

Fabíola Góis - Especial para o Correio
postado em 26/02/2020 04:08
 (foto: Fabíola Góis/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Fabíola Góis/Esp. CB/D.A Press)

O Japão, que sediará as próximas olimpíadas, se consolida como um dos países que mais investem em tecnologia e inovação. Por outro lado, os japoneses guardam as tradições e o culto à natureza


País de tradições milenares e com cultura consolidada, o Japão desponta como uma das nações que mais investem em tecnologia e inovação. Tudo isso aliado à preocupação com meio ambiente, o respeito aos mais idosos e o cumprimento das obrigações sociais e governamentais. É um lugar cheio de novidades e surpresas, principalmente para os turistas oriundos de países em desenvolvimento, como o Brasil.

É esse Japão que será apresentado aos turistas durante as Olimpíadas de 2020, realizadas, pela segunda vez na história, em Tokyo, de 24 de julho a 9 de agosto. A expectativa de participação de mais de 11 mil atletas, os quais representarão mais de 204 países, tem mobilizado as autoridades para preparar ainda mais o país para receber bem o visitante.

A previsão do Comitê Organizador Internacional (COI) é que, aproximadamente, 4,5 milhões de pessoas estejam presentes nas competições, a serem realizadas na Baía de Tokyo (capital) e região metropolitana. O aeroporto de Narita passa por reformas para atender à demanda.



Tokyo, considerada uma das metrópoles mais populosas do mundo, é exemplo de cidade inteligente com segurança, transporte público eficiente e sustentabilidade. Em 2019, a população estava estimada em 13,9 milhões de pessoas, o que representa 11% da população do Japão. Em 2019, foi eleita a cidade mais segura do mundo em um ranking feito pela revista The Economist, que ocorre a cada dois anos e avalia 60 cidades.

A sensação de segurança da população pode ser percebida em qualquer local: dentro do transporte público, nas ruas, nos shoppings e em locais de grande aglomeração. A polícia é vista em todos os lugares. É comum o japonês, ou até mesmo o turista, ir à balada de trem ou metrô, voltar de madrugada, sem ser importunado por bandidos.

Mirantes

Torre em meio à cidade japonesa

Em Tokyo, a tecnologia de ponta é visível. De todos os lugares, é possível enxergar a Tokyo Skytree, apoiada nas técnicas antigas e tecnologias de ponta do Japão. Inaugurada em 2012, é a maior torre de comunicações do mundo, reconhecida pelo Guinness World Records, com 634 metros de altura. É a melhor vista de Tokyo.

A torre possui dois mirantes localizados em alturas distintas. O primeiro, o Mirante Tembo, fica a 350 metros de altura e tem uma área com piso de vidro temperado, de 12 milímetros de espessura. Dá pra ver ruas e carros circulando como se estivesse olhando de dentro do avião. O segundo, a Tembo Galleria, fica a 450 metros de altura. A sensação é de se caminhar no ar.

É possível comprar um ingresso combinado para visitar os dois. Os elevadores são uma atração à parte. À medida que sobe, o painel indica o andar. No local, há um café e uma loja com artigos personalizados da torre. Nas proximidades, há vários hotéis e restaurantes de onde a torre pode ser admirada, como o Asakusa View Hotel. Nele, há o Hashiba, um dos melhores restaurantes da cidade, com variadas opções de frutos do mar e comida tradicional japonesa.

Sustentabilidade é prioridade

Jardim com arranjo floral

Por toda parte, é possível visualizar placas fotovoltaicas (que transformam energia solar em elétrica). Nas estradas, no topo de prédios e residências e até mesmo nos jardins das cidades, elas são utilizadas como forma de tecnologia sustentável e de preservação do meio ambiente. As ruas são limpas, não se vê papéis jogados e é difícil encontrar lixeiras porque o japonês tem o hábito de consumir produtos e levar o lixo para descarte em casa. As lixeiras disponíveis possuem separadores de tipo de material, como papel, latas, plástico ou orgânico.

Os carros também são limpos, uma vez que as ruas têm um acabamento impecável e, praticamente, não se vê sujeira. A frota de veículos é moderna, a grande maioria possui câmbio automático e é possível ver computadores de bordo em quase todos eles. Nas ruas de Tokyo, há vários ;estacionamentos; para abastecimento de carros elétricos, outra modernidade adotada pelo japonês. (FG)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação