Turismo

Home office dos sonhos? Ilha do Caribe oferece visto a trabalhador remoto

A primeira-ministra observou ainda que na construção de uma sociedade inclusiva, deve haver algo para todos

Victória Olímpio
Victória Olímpio
postado em 10/07/2020 14:21
 (foto: Carmen Souza/CB/D.A Press)
(foto: Carmen Souza/CB/D.A Press)
Ilha de Barbados, no Caribe, oferece permanência de até um ano para quem quiser trabalhar em formato home office, mas em praias paradisíacasTrabalhar em um paraíso como a Ilha de Barbados pode parecer um sonho e em breve o governo de Barbados abre a chance de você realizá-lo. A primeira-ministra, Mia Amor Mottley, anunciou que deve introduzir o Selo de Boas-vindas de 12 meses para permitir que os visitantes que trabalham remotamente, em esquema de home office, possam permanecer na ilha do Caribe durante o período de um ano.

Mottley explicou que o Selo está sendo aperfeiçoado e que a promoção poderia permitir que "as pessoas viessem trabalhar daqui para o exterior, digitalmente, sem que precisassem permanecer no países em que estão".

De acordo com nota publicada pelo Serviço de Informação do Governo, a primeira-ministra disse que a pandemia mostrou que as viagens de curto prazo estão mais difíceis devido aos testes e requisitos para testes rápidos, que não estavam disponíveis de maneira confiável.
"O governo está comprometido em trabalhar na promoção de novos conceitos, podendo abrir nossas fronteiras para as pessoas que viajam e torná-lo o mais hospitaleiro possível de todos os tempos", apontou. Barbados atualmente tem na indústria do Turismo grande parte da fonte de renda da população, movimentando cerca de 40% de tudo que é produzido na região.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação