Veículos

E a mecânica, como ficou?

postado em 02/04/2020 04:06
Com tração 4x4, pneus de uso misto e até snorkel, a Ranger Storm é uma boa opção para quem busca diversão no off-road

A Ranger Storm é equipada com tração 4x4, transmissão automática de seis marchas, diferencial traseiro blocante e o mesmo motor das versões de topo de linha XLT e Limited: um cinco cilindros 3.2 turbodiesel que rende 200cv de potência e 47,9kgfm de torque.

Para completar a capacidade off-road, a versão usa pneus todo-terreno Scorpion AT Plus.

Desenvolvidos durante um ano, especialmente para a picape, em parceria com a Pirelli, eles prometem máximo desempenho e durabilidade dentro da proposta de uso 60% off-road e 40% na estrada.

Mecanicamente, a Ranger Storm, assim como todas as outras versões da Ranger, recebeu ajustes na suspensão. De acordo com a Ford, a mudança melhora a dirigibilidade e o conforto tanto no asfalto quanto fora dele.


Preço fechado

Custando R$150.990, a Ranger Storm tem direção elétrica, ar- condicionado digital de duas zonas, central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas, controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, controle automático em descidas, controle anticapotamento, assistência em frenagem de emergência, sete airbags, câmera de ré e rodas de liga leve 17 polegadas.

A diferença para as rivais, compatíveis em nível de equipamentos, é gigante. Para a Volkswagen Amarok, são quase R$ 30 mil a menos. Já para a Toyota Hilux, a diferença é de aproximadamente R$ 21 mil.

Disponível em sete opções de cores, sempre combinadas com acessórios pretos, e com um custo x benefício atraente, a Ranger Storm tem grandes chances de provocar um ;temporal; no mercado de picapes no Brasil. Os concorrentes que se protejam.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação