Veículos

Líder inédito

Pela primeira na história, um SUV é o carro mais vendido no Brasil no período de um mês. O título pertence ao Volkswagen T-Cross

postado em 06/08/2020 04:07
Pela primeira na história, um SUV é o carro mais vendido no Brasil no período de um mês. O título pertence ao Volkswagen T-Cross


De acordo com dados divulgados pela Fenabrave ; Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, as vendas de veículos, considerando todos os segmentos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros), registraram crescimento de 43,61% em julho, na comparação com junho deste ano.

No período, foram emplacadas 279.103 unidades contra 194.345 no mês anterior. Porém, em relação a julho de 2019 (349.408 unidades), a retração do setor foi de 20,12%. Culpa da pandemia.

No segmento dos veículos leves, um líder inédito. O Volkswagen T-Cross foi o modelo mais vendido, com 10.211 unidades emplacadas. O utilitário da VW desbancou o Chevrolet Onix, na segunda posição com 9.716 emplacamentos. O Hyundai HB20 completa o pódio com 7.852 novos donos.

É a primeira vez na história da indústria automotiva brasileira que um SUV ocupa o posto de mais vendido em um mês. A façanha tem algumas explicações. A primeira delas é a chegada da versão PCD do T-Cross.

Vamos adiante. Com o lançamento do Nivus, o T-Cross, que passará por mudanças, está em oferta nas concessionárias do Brasil, impulsionando o excelente número de vendas.

Quem também se destacou foi o Chevrolet Tracker. Ele ficou na frente até mesmo do Onix Plus e da dupla Jeep Compass e Renegade.





Confira, abaixo, os dez carros mais vendidos em julho de 2020

; 1; Volkswagen T-Cross 10.211 unidades
; 2; Chevrolet Onix 9.716 unidades
; 3; Hyundai HB20 7.852 unidades
; 4; Chevrolet Tracker 6.070 unidades
; 5; Chevrolet Onix Plus 5.205 unidades
; 6; Jeep Compass 4.786 unidades
; 7; Fiat Argo 4.756 unidades
; 8; Jeep Renegade 4.735 unidades
; 9; Volkswagen Gol 4.427 unidades
; 10; Renault Kwid 4.274 unidades

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação