Polícia Federal prende foragido acusado de furto de imagens sacras no Rio

O acusado havia sido condenado ainda em 2013 pelos crimes de furto e furto qualificado

Agência Estado
postado em 06/08/2020 15:32 / atualizado em 06/08/2020 23:57
 (foto: Divulgação/Planalto)
(foto: Divulgação/Planalto)

Agentes da Polícia Federal prenderam na terça-feira, 4, um homem acusado de integrar uma organização criminosa especializada em furto de imagens sacras. O acusado, que estava foragido desde 2018, foi preso em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.

O mandado de prisão foi expedido pela Juíza da Vara Federal de Três Rios/RJ.

O acusado foi considerado culpado de participar do roubo da imagem de Nossa Senhora da Sant’ana, obra do século XIX que ocupava o altar da Igreja de Sant’ana em Miguel Pereira, na região centro-sul da capital fluminense.

A prisão do homem de 56 anos, que não teve o nome revelado, foi feita por policiais do Núcleo de Capturas da Polícia Federal do Rio.

O acusado havia sido condenado ainda em 2013 pelos crimes de furto e furto qualificado.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação