CANDANGÃO

Gama e Real se enfrentam em pleno "vazio"

Correio Braziliense
postado em 08/08/2020 01:22 / atualizado em 08/08/2020 01:23
 (foto: Ascom da SEL)
(foto: Ascom da SEL)

Cento e quarenta e dois dias depois da paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus, o Campeonato do Distrito Federal será retomado hoje, às 16h, no Bezerrão, em clima de decisão e sob exigente protocolo para evitar infecções. Decreto do governador Ibaneis Rocha, publicado na última terça-feira, autorizou o reinício da competição com portões fechados. O jogo terá transmissão ao vivo da TV Brasília.
Líder da primeira fase com 28 pontos graças ao terceiro critério de desempante (gols pró), o Gama pode até perder por 1 x 0 para confirmar o primeiro lugar geral. Nesse caso, superaria o Brasiliense, que também tem 28 pontos, no quarto quesito — confronto direto. O Gama venceu o clássico por 2 x 1, no Serejão.
O duelo entre Gama e Real é o único pendente da primeira fase. Deveria ter sido disputado cinco meses atrás pela 10ª rodada. Invicto desde o Candangão do ano passado, o Gama vive uma dificuldade. O clube tem, pelo menos, quatro folhas de pagamento pendentes. Nesta semana, os jogadores fizeram greve e só entrarão em campo devido a um acordo com a diretoria. O presidente Weber Magalhães prometeu pagar um mês de atraso na segunda-feira, antes do início das quartas.
Do outro lado, o Real é um dos candidatos ao título. Tem a terceira melhor campanha, com 23 pontos. Não pode mais alcançar Gama e Brasiliense, mas tem a oportunidade de ganhar moral para o duelo duríssimo com o Capital no mata-mata. Antes da retomada do Candangão, a equipe disputou amistosos contra o Vila Nova e o Goiás para entrar em forma e trocou de treinador. Demitido, Antônio Buião deu lugar a Ariel Mamede, jovem técnico de 31 anos.
A retomada da competição teve vários preparativos extracampo. A Federação de Futebol do Distrito Federal firmou parceria com um laboratório para bancar testes da covid-19. Gama, Sobradinho, Luziânia, Formosa e Taguatinga foram beneficiados pelo programa entre os classificados para as quartas de final. Brasiliense, Real Brasília e Capital pagaram os exames.
A Secretaria de Esporte e Lazer comandou uma força-tarefa nos estádios para deixá-los em condições de uso. Bezerrão (Gama), Serejão (Taguatinga) e Augustinho Lima (Sobradinho) passaram por retoques.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação