Brasil registra pela segunda semana seguida média diária de mortes abaixo de mil óbitos

A média diária de mortes permaneceu acima de mil durante sete semanas consecutivas.

Bruna Lima
Maria Eduarda Cardim
postado em 19/08/2020 17:18
 (foto: AFP)
(foto: AFP)

Apesar de continuar registrando acréscimos de novas mortes acima da casa dos mil, principalmente em dias úteis, há duas semanas o Brasil fecha a semana epidemiológica com médias diárias abaixo dessa marca. Na última semana epidemiológica concluída, a 33ª, a média diária de óbitos foi de 965. Na penúltima, a média foi de 988. A média diária de mortes permaneceu acima de mil durante sete semanas consecutivas.

Ao comparar os números de óbitos da semana 33, com a anterior, o Ministério da Saúde observa uma queda de 2%. Foram registradas 159 mortes a menos. Apesar de ter apresentado uma pequena queda no número de mortes pela doença desde a 31ª semana, a pasta ainda não fala em uma possível saída do alto platô de óbitos, que o país atingiu na 22ª semana epidemiológica.

“Desde a 22ª semana essa variação entre as semanas é muito pouca, falávamos como se estivessemos em um platô. E desde a semana 30ª esse número vem diminuindo progressivamente. A gente precisa ver o comportamento da doença nas próximas duas, três semanas, para falarmos que estamos em um queda significativa”, explicou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, durante coletiva de imprensa.

Em relação ao número de casos registrados em cada semana epidemiológica, o Ministério da Saúde verificou uma variação muito pequena. Com isso, considera-se que houve uma estabilização neste número. “A gente normalmente considera uma variação de mais ou menos 5% para falarmos de incremento ou de redução. Por isso, muitas vezes falamos de estabilização”, explicou Correia.

Dos 5.570 municípios brasileiros, 5.508 já notificaram casos de covid-19. Apenas 62 cidades vivem uma realidade diferente ao não confirmar nem um infectado pelo novo coronavírus. Quando o recorte são as cidades que já relataram mortes pela doença, o número é um pouco menor. Até o momento, 3.971 municípios (70,3%) já registram óbitos pela covid-19.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação