RIO DE JANEIRO

Polícia investiga uso de três facas no assassinato da atriz pornô Aline Rios

A atriz foi vítima de uma sequência de ataques, passou 98 dias internada e não resistiu aos ferimentos

Correio Braziliense
postado em 11/09/2020 18:11 / atualizado em 11/09/2020 18:11
 (crédito: Reprodução/Instagram)
(crédito: Reprodução/Instagram)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está na fase final do inquérito que investiga a morte da atriz pornô Luane Honório de Souza, de 28 anos, mais conhecida como Aline Rios. A jovem morreu em 1º de setembro após ficar hospitalizada por 98 dias.

Ela foi esfaqueada na casa que dividia com a amiga e suspeita do crime, Vitória Roberta Alves da Silva, de 18 anos, em Nilópolis, na Baixada Fluminense. No local do crime, foram encontradas três facas quebradas que teriam sido usadas para matar Luane. O objetos estão sendo periciados.

Como aconteceu

De acordo com o delegado José de Moraes Ferreira, titular da 57ª Delegacia de Polícia de Nilópolis, o crime ocorreu durante a madrugada. Mesmo ferida, Luane conseguiu ir caminhando até a rua e pedir socorro. Ela foi levada a pé por um homem até a unidade de pronto-atendimento (UPA) de Mesquita. De lá, foi transferida para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias. Na unidade, passou por uma cirurgia para reconstrução da traqueia, sofreu paradas cardíacas e foi para o Centro de Terapia Intensiva (CTI). Ela também apresentava ferimentos profundos na cabeça e no rosto.

Segundo os depoimentos, Luane e Vitória se conheceram em Nilópolis há alguns anos. Em 2018, a atriz já havia sido agredida pela amiga. "A Luane soube que a Vitória estava numa condição difícil, com dois filhos pequenos, e quis ajudar. Por isso, a levou para morar com ela. Mas ela já apresentava comportamento agressivo e nós tentamos alertá-la sobre isso, mas não adiantou", disse a empresária Marce Aline.

"Estamos pedindo a prisão dela. A autora, inclusive, já foi ouvida pela polícia em uma outra ocorrência, quando acabou levada para a delegacia por envolvimento em uma briga. Trata-se de uma dependente química", completou o delegado Ferreira.

A suspeita não foi presa por ausência de flagrante. O corpo foi enterrado no cemitério de Inhaúma, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Perfil

Aline era atriz de filmes pornográficos desde 2016, quando participou do reality show Casa das Brasileirinhas. Ela foi a vencedora da categoria de revelação hétero no prêmio Sexy Hot pela participação no filme Pornô Fantasy 2 no mesmo ano.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação