BALANÇO

Covid-19: Brasil tem 134.106 óbitos e é o quinto país com mais mortes por milhão

O país ultrapassou o Chile, nesta quarta-feira (16/9), atingindo a taxa de 630 casos fatais por milhão. Número de infectados se aproxima de 4,5 milhões

Bruna Lima
Maria Eduarda Cardim
postado em 16/09/2020 20:23 / atualizado em 16/09/2020 20:24
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A. Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A. Press)

Mesmo com a média móvel de casos e mortes por covid-19 caindo nas últimas semanas, os altos patamares de atualização fizeram com que o Brasil ultrapassasse o Chile em óbitos por milhão, assumindo a quinta posição no ranking de mortalidade entre os países com mais de um milhão de habitantes. Nesta quarta-feira (16/9), o Ministério da Saúde registrou mais 987 fatalidades e 36.820 casos, totalizando 134.106 brasileiros que perderam a vida para o vírus e 4.419.083 que contraíram a doença desde o início da pandemia.

De acordo com levantamento do World o Meters, o Brasil tem 630 mortes por milhão de habitantes, um empate técnico com o Chile. Mas, diferentemente das atualizações diárias brasileiras, as novas mortes chilenas estão na casa das dezenas, enquanto o Brasil registra números pouco abaixo de mil.

Há duas semanas, o Brasil ultrapassou a taxa de mortalidade da Itália e, nos últimos dias, tomou a posição, também da Suécia e do Reino Unido. Com atualização em altos patamares, a expectativa é que, nos próximos dias, o Brasil também tome a posição da Bolívia, que, atualmente, tem 636 mortes por milhão, mas as atualizações diárias estão abaixo de 100 óbitos.

Com uma taxa de mortalidade de 3%, o Brasil vê que a maioria dos seus estados já somam mais de mil mortes cada. Atualmente, 23 unidades da Federação já atingiram a marca de mil mortes cada. O Mato Grosso do Sul foi o último a atingir este patamar. O estado, que soma 1.122 óbitos, ocupa o 23º lugar do ranking dos estados que mais perderam vidas para a doença até o momento.

Abaixo de Mato Grosso do Sul estão apenas quatro estados, que são os únicos com menos de mil mortes cada. São eles: Tocantins (831), Amapá (685), Acre (643), Roraima (611). No topo da tabela, São Paulo e Rio de Janeiro são as únicas unidades federativas com mais de 10 mil mortes. O estado paulista lidera o ranking negativo de mortes provocadas pela covid-19, com 33.253 vidas perdidas pelo novo coronavírus; no Rio são 17.342 vítimas.

Em seguida estão: Ceará (8.764), Pernambuco (7.933), Minas Gerais (6.419), Pará (6.405), Bahia (6.085), Rio Grande do Sul (4.216), Paraná (3.971), Goiás (3.935), Amazonas (3.920), Maranhão (3.611), Espírito Santo (3.388), Mato Grosso (3.156), Distrito Federal (3.000), Paraíba (2.659), Santa Catarina (2.593), Rio Grande do Norte (2.330), Alagoas (1.996), Piauí (1.996), Sergipe (1.965) e Rondônia (1.277).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação