TRAGÉDIA

Jovens morrem após queda de penhasco; elas tiravam fotos

As mulheres de 18 e 19 anos caíram de aproximadamente 30m de altura na cachoeira do Salto Rio Caveiras, na Serra Catarinense; foto do local foi compartilhada nas redes sociais momentos antes do acidente

Maíra Alves
postado em 16/09/2020 19:46 / atualizado em 16/09/2020 19:47
 (crédito: Reprodução/Facebook)
(crédito: Reprodução/Facebook)

Uma jovem de 18 anos e outra de 19 morreram após a queda de um penhasco, na margem de uma cachoeira no município de Lages, na Serra de Santa Catarina. O acidente ocorreu no último domingo (13/9). Uma foto no local foi compartilhada nas redes sociais de uma das vítimas momentos antes do acidente (veja abaixo).

Este foi o relato de uma das testemunhas da tragédia em conversa com a mãe de uma das vítimas. Segundo quem presenciou o acidente, as mulheres subiram até o local para tirar fotos. A polícia segue com as investigações.

Bruna Vellasquez, de 18 anos, e Monique Almeida, de 19, caíram de aproximadamente 30m de altura na cachoeira do Salto Rio Caveiras.

Jurceli Almeida, mãe da Monique, contou, à revista Época, que, durante o passeio, elas estavam acompanhadas por outros dois amigos. Um deles disse à mãe que chegou a alertar as jovens sobre o perigo de ir à beira do penhasco, mas elas teriam insistido em fazer as fotos ali.

"Esse menino que estava lá disse que elas foram bem na beirada para tirar a foto. Quando elas estavam voltando, a Bruna escorregou em uma pedra, a Monique foi segurar e caíram as duas juntas. Minha filha tentou puxar a amiga para trás, mas não aguentou o peso", disse Jurceli à revista.

Fotos do caminho e do local do acidente em que as jovens de 18 e 19 anos morreram foram compartilhadas no Instagram
Fotos do caminho e do local do acidente em que as jovens de 18 e 19 anos morreram foram compartilhadas no Instagram (foto: Reprodução/Instagram)

As duas foram fotografadas por uma outra amiga, que permaneceu mais distante e não se feriu. Após o clique, elas caíram do penhasco em cima de rochas que estavam ao redor da queda d’água.

Resgate e investigação

Quando a equipe de resgate chegou à cachoeira, Bruna já estava morta. Monique foi socorrida com vida e encaminhada ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, mas não resistiu aos graves ferimentos.

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o caso. Parentes e testemunhas serão intimados na próxima na semana. Até o momento, apenas socorristas e policiais que participaram da ocorrência prestaram depoimento.

À revista, o delegado da 3ª Delegacia de Polícia de Lages, Rapahel Bellinati, disse que tudo parece se tratar de uma "fatalidade". "Mas vamos apurar as causas que levaram as meninas a se colocarem naquela situação de risco e as circunstâncias que ocasionaram a queda."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação