Salto de Pirapora

Carros aparecem após água baixar em pedreira do interior de São Paulo

A Polícia Civil informou, por meio de nota, que trabalha para identificar a origem dos automóveis e os seus donos

Agência Estado
postado em 17/09/2020 08:54
 (crédito: Reprodução/ TV TEM)
(crédito: Reprodução/ TV TEM)
Pelo menos 15 carros foram encontrados na pedreira desativada em Salto de Pirapora, no interior de São Paulo. A descoberta foi feita pela concessionária Águas de Araçoiaba, na segunda-feira (14/9), enquanto captava água para bombear para o Rio Pirapora.
A Polícia Civil informou, por meio de nota, que trabalha para identificar a origem dos automóveis e os seus donos. Devem ser analisados os chassis dos veículos para saber as procedência. Eles serão removidos do local para serem analisados e passarem por laudos periciais.
Ainda não há prazo para remoção dos veículos. Desde o início da investigação, a concessionária informou que retirou todo o seu material do local e abandonou a área, que é particular — pertence a uma fábrica de cimentos da região.
A pedreira tem cerca de 30 metros de profundidade. Por causa do período de seca na região, a concessionária foi contratada para bombear água do local e enviá-la o Rio Pirapora, que abastece Salto de Pirapora, Piedade e Araçoiaba da Serra.
O trabalho estava sendo realizado desde a última quarta-feira. No início da semana, quando a água baixou, foi possível ver alguns dos carros. Ainda há outros que estão submersos.

Seca

O interior paulista enfrenta uma grave seca. Estima-se que o Rio Pirapora esteja com 60% do seu volume. Além disso, a concessionária identificou despejo irregular de esgoto no manancial. O bombeamento da água da pedreira também tinha como objetivo ajudar na diluição desses dejetos.
Em 2012, duas pessoas morreram no mesmo lugar quando faziam um mergulho no lago da pedreira. O corpo dos dois homens só foi achado por equipes de resgate.
Por causa da seca, a cidade de Sorocaba começou ontem um rodízio no abastecimento de água. Os bairros Éden, Cajuru, Aparecidinha e a zona industrial serão afetados pela medida. 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação