CONTAMINAÇÃO

Bebê de 1 ano e 8 meses morre após beber água na Bahia

Ao menos 15 crianças da cidade de Araci (BA) foram atendidas com sintomas de diarreia, vômito e dores abdominais. Nove pessoas, entre crianças e adultos, estão internadas em hospitais da região

Hellen Leite
postado em 17/09/2020 11:49 / atualizado em 17/09/2020 12:51
 (crédito: Reprodução/Facebook prefeitura)
(crédito: Reprodução/Facebook prefeitura)

Um bebê de 1 ano e 8 meses morreu após ingerir água contaminada na comunidade Lagoa do Boi, em Araci (BA), o município fica a 220km de Salvador, capital do estado. Outras nove pessoas, entre crianças e adultos, estão hospitalizadas em unidade de saúde da região. As vítimas foram diagnosticadas com rotavírus, doença transmitida por alimentos e água contaminadas. A polícia investiga o caso.

A morte do bebê aconteceu no dia 9 de setembro. Na mesma semana, cerca de 15 crianças da localidade também foram atendidas na rede de saúde com sintomas de diarreia, vômito e dores abdominais. Segundo a Prefeitura de Araci, as vítimas internadas devem receber alta ainda nesta quinta-feira (17/9).

Segundo a Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa), o abastecimento no vilarejo foi interrompido para iniciar uma investigação sobre a qualidade da água. Foram coletadas amostras no reservatório e na rede distribuidora local para verificar se a água distribuída no local está dentro dos padrões de potabilidade determinados pelo Ministério da Saúde e se existem indícios de substâncias contaminantes na água.

"O trabalho de investigação realizado pela Embasa também inclui a coleta de amostras nos açudes que existem nas três localidades e que são utilizados como fontes alternativas de abastecimento pela população, pois carros pipas captam água neles e alguns moradores também enchem vasilhas", informou a Embasa.

Segundo a Secretaria de Saúde do estado, as amostras da água chegaram ao Laboratório Central do Estado (Lacen) na última terça-feira (15/9) e estão sendo processadas. Ainda não há previsão para a divulgação dos resultados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação