Pandemia

Covid: Brasil tem quase 146 mil mortes e mais de 4,9 milhões de casos

Epicentro da pandemia no Brasil, São Paulo ultrapassou a marca de 1 milhão de casos da doença

Bruna Lima
Maíra Nunes
postado em 03/10/2020 20:54
 (crédito: Rovena Rosa/Agência Brasil)
(crédito: Rovena Rosa/Agência Brasil)

O Brasil encerrou mais uma semana epidemiológica registrando diminuição na média móvel semanal de mortes. Mesmo com 654 óbitos diários, na média, os números continuam crescendo, impossibilitando o Brasil de abandonar a primeira onda da pandemia. Neste sábado (3/10), foram acrescentadas mais 599 vítimas no balanço do Ministério da Saúde, totalizando 145.987 mortes. Em relação aos incrementos de infecções, foram mais 26.310, chegando a 4.906.833 positivos para a doença. Epicentro da pandemia no Brasil, São Paulo ultrapassou a marca de 1 milhão de casos da doença.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de SP, foram registradas mais 6.096 novas pessoas contaminadas neste sábado, chegando a 1.003.429. O estado também contabilizou 180 novas mortes pelo coronavírus nas últimas 24 horas , elevando o total para 36.136 vítimas desde o início da pandemia, há sete meses. Apesar da marca assustadora, a média móvel de mortes em São Paulo continua com tendência de queda. A variação, que considera os sete últimos dias e minimiza as diferenças diárias de notificação, foi de 4.648 casos por dia nessa semana, uma queda de 8,56% em relação à semana anterior.

Entre os estados, São Paulo é também o que acumula a maior quantidade de mortes: 36.136. Em seguida está o Rio de Janeiro, com 18.749. Outros 21 estados acumulam mais de mil mortes devido a pandemia: Ceará (9.050), Pernambuco (8.318), Minas Gerais (7.569), Bahia (6.890), Pará (6.593), Rio Grande do Sul (4.898), Goiás (4.832), Paraná (4.574), Amazonas (4.169), Maranhão (3.787), Espírito Santo (3.572), Mato Grosso (3.450), Distrito Federal (3.309), Paraíba (2.846), Santa Catarina (2.842), Rio Grande do Norte (2.402), Piauí (2.144), Alagoas (2.091), Sergipe (2.051), Rondônia (1.371) e Mato Grosso do Sul (1.335).

No acumulado nacional, o fechamento da semana epidemiológica 40 mostrou redução de 6% das mortes em relação à semana anterior. O acumulado dos últimos sete dias foi de 4.581 mortes, contra 4.874 do somatório passado. Em relação ao número de casos, houve estabilização, já que a variação foi menor que 0,5% (188.842 na semana 40 contra 189.751 na 39).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação