Ataque

Criança de cinco anos é atacada por pit bull em restaurante no Grande Recife

O pit bull pertence ao dono do restaurante onde a família do menino estava almoçando. Um dos cachorros foi contido por um funcionário do local, já o outro partiu para cima da criança

Diário de Pernambuco
postado em 23/11/2020 21:20
 (crédito: Diário de Pernambuco )
(crédito: Diário de Pernambuco )

Um menino de cinco anos está internado na UTI após ser atacado, no domingo , por dois cães, entre eles um da raça pit bull, em um restaurante numa marina em Barra de Jangada, Jaboatão dos Guararapes. A criança passou por duas cirurgias, uma no rosto e outra na mandíbula. O estado dele é considerado estável. A criança está aguardando a transferência para um hospital particular.

O pit bull pertence ao dono do restaurante onde a família do menino estava almoçando. Um dos cachorros foi contido por um funcionário do local, já o outro partiu para cima da criança. Algumas pessoas que estavam no local tentaram tirar o animal de cima da criança e acabaram se ferindo. O cão abocanhou o rosto da criança, causando grande sangramento. Foram usadas toalhas de mesa do restaurante para tentar estancar o sangramento.

A criança foi socorrida por uma médica que almoçava no local, levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Barra de Jangada e depois transferida para o Hospital da Restauração (HR) onde passou por uma cirurgia buco maxilofacial e uma cirugia plástica.

O dono do restaurante Império do Sabor disse estar prestando apoio à família. Ele informou ainda que possuía o pit bull há pouco tempo. As investigações e acompanhamento do caso ficaram a cargo da Delegacia de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes.

É proibido criar pitbulls em Jaboatão

No município é proibida a criação de pitbulls desde 2008. Quem descumprir, deverá pagar multa de R$ 3 mil e ainda transferir o animal para outro município.

Já no estado existe a lei 12.469 que desde 2003 disciplina a criação e venda de cães da raça pitbull e rotwiller. Os donos devem manter os animais em canis com grade de ferro e assinar um termos de responsabilização pelos danos que os animais podem causar as outras pessoas.

Segundo a Secretaria Executiva de Meio Ambiente e Gestão Urbana de Jaboatão dos Guararapes o animal será recolhido, nesta terça-feira (24), por uma equipe do Grupamento de Apoio ao Meio Ambiente (Gama).

O animal passará por um período de observação no Centro de Vigilância Animal (CVA) e posteriormente será encaminhado para outro município por conta da lei.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE