Morte no Carrefour

Caso João Alberto: segurança do Carrefour muda de advogado

William Vacari foi notificado por familiares de que não irá mais atuar na defesa de Magno Braz, acusado de participar do crime

Natália Bosco*
postado em 24/11/2020 18:14 / atualizado em 24/11/2020 18:15
 (crédito: Câmera de Segurança)
(crédito: Câmera de Segurança)

A partir desta terça-feira (24/11), o advogado William Vacari Freitas não atua mais na defesa do segurança do supermercado Carrefour Magno Braz Borges. William foi comunicado por familiares do réu acusado de matar João Alberto em um supermercado da rede em Porto Alegre na noite de quinta-feira (19). Segundo o advogado, os familiares de Magno Braz apenas o noticiaram de que ele não faz mais parte da defesa.

William contou que foi avisado pelos familiares do segurança de que não irá mais participar do caso, mas que não foi informado o motivo da troca de defesa e nem quem assumirá o caso. “Eu nem perguntei, nem questionei acerca disso. A defesa do réu, do acusado, os familiares que tomaram à frente. Então, eu nem questionei, só aceitei”, pontuou.

O advogado disse, também, que o familiar do acusado Magno Braz Borges que está cuidando do caso pediu para não ter seu contato divulgado.

*Estagiária sob supervisão de Andreia Castro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE