RACISMO ESTRUTURAL

Atleta da seleção de vôlei relata racismo ao ser seguida por segurança

Desabafo foi feito nas redes sociais da jogadora Drussyla Costa; atleta diz que seguranças passaram por ela e pela família ao menos seis vezes

Correio Braziliense
postado em 24/11/2020 19:15 / atualizado em 24/11/2020 20:16
 (crédito: Divulgação/FIVB)
(crédito: Divulgação/FIVB)

Jogadora da Seleção Brasileira de voleibol, Drussyla Costa desabafou nas redes sociais uma situação de racismo que viveu na varejista Lojas Americanas. Na ocasião, a atleta e sua família estavam sendo monitorados no interior do estabelecimento. Nas imagens, incrédula, Drussyla mostra um dos seguranças "passando" por eles no que ela diz ser a sexta vez.

"Toda vez que eu venho é esse inferno. O segurança já passou por mim três vezes. Fica me seguindo, uma palhaçada, porque sou preta. E toda minha família é preta. É assim que a gente vive nesse brasilzão. Que vexame", comentou a atleta.

No Instagram, a jogadora ressalta que entende que os funcionários estavam fazendo o trabalho deles, mas criticou a forma como pessoas negras são perseguidas nessas situações. Ela diz, ainda, que a irmã costuma passar pelo mesmo tipo de problema.

"Ele está fazendo o trabalho dele, tem que prestar atenção nas pessoas, mas ficou no meu pé e no da minha família. Ficou nos seguindo e seguindo. Sempre assim. Essa é a realidade que a gente vive".

"A Americanas informa que o respeito está na base da sua cultura e que repudia todo e qualquer ato de discriminação", disse a empresa, em nota.

Veja o depoimento completo da jogadora:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE