Racismo

Será feita pressão para Carrefour ser referência na luta contra racismo, diz Abílio Diniz

Ele disse ainda que o racismo demonstrado na situação é "completamente inaceitável"

Agência Estado
postado em 26/11/2020 15:11
 (crédito: Kiko Ferrite/Divulgacao)
(crédito: Kiko Ferrite/Divulgacao)
O empresário Abilio Diniz, presidente do Conselho de Administração da Península Participações, disse nesta quinta-feira estar profundamente indignado com a morte de João Alberto Silveira Freitas, em uma das lojas do Carrefour em Porto Alegre (RS). "Como acionistas, faremos pressão para que o Carrefour se torne referência na luta contra o racismo", afirmou.
Ele disse ainda que o racismo demonstrado na situação é "completamente inaceitável".
O executivo participou de evento online organizado pela Empiricus na manhã desta quinta-feira.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE