Obituário

Morre o padre Antonio Luiz Marchioni, o Ticão, aos 68 anos

Religioso era muito conhecido em São Paulo por defender causas sociais. Prefeito Bruno Covas decretou luto na cidade

Correio Braziliense
postado em 02/01/2021 10:53
 (crédito: Reprodução/ YouTube)
(crédito: Reprodução/ YouTube)

Morreu nesta sexta-feira (1/1), à noite, o padre Antônio Luiz Marchiori, o Ticão. Ele tinha 68 anos e estava internado desde o dia anterior no Hospital Santa Marcelina, em São Paulo, devido a problemas cardíacos. O velório deve ir até as 14h deste sábado e o enterro será no Cemitério do Carmo I.

Em nota, o hospital informou que o religioso "deu entrada na unidade em decorrência de uma arritmia cardíaca e o diagnóstico de edema pulmonar, permanecendo internado sob cuidado intensivo e cardiológico. E na noite dessa sexta-feira (1), faleceu, após nova descompensação da arritmia cardíaca, seguida de parada cardiorrespiratória."

O prefeito Bruno Covas (PSDB) lamentou a perda e decretou luto oficial de três dias na cidade. "2021 começa com a triste notícia do falecimento do Padre Ticão. Grande defensor da população mais carente da Zona Leste de São Paulo. Um guerreiro na luta pela diminuição das desigualdades sociais. Descanse em paz", escreveu Covas numa rede social.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE