PORTAS FECHADAS

Covid-19: Reino Unido proíbe chegadas da América Latina por nova cepa

Decisão do secretário de transportes, Grant Shapps, tem como argumento o controle dos casos de covid-19 no país. A medida passa a valer a partir das 4h desta sexta-feira (15/1) no horário local (7h, no horário de Brasília)

Edis Henrique Peres*
Bruna Pauxis*
postado em 14/01/2021 13:59 / atualizado em 14/01/2021 14:02
 (crédito: Redes Sociais)
(crédito: Redes Sociais)

O Reino Unido vai restringir a chegada de viajantes da Argentina, Brasil e outros países da América do Sul devido à descoberta no Brasil de uma nova cepa do coronavírus, que preocupa pelo seu possível impacto na resposta imunológica. A decisão foi anunciada pelo secretário de Transportes, Grant Shapps, nesta quinta-feira (14/1), por meio da rede social Twitter. A decisão vale a partir das 4h desta sexta-feira (15) no horário local (7h, no horário de Brasília).

Os outros países que compõem a medida são: Bolívia, Cabo Verde, Equador, Chile, Colômbia, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. Portugal também faz parte da lista. Segundo Shapps, a decisão sobre o país é em função de “seus fortes laços em viagens para o Brasil”.

“Esta medida não se aplica a cidadãos britânicos e irlandeses e nacionais de países terceiros com direitos de residência, mas os passageiros que retornam desses destinos devem isolar-se por 10 dias, juntamente com suas famílias”, afirmou o secretário de transportes.

*Estagiários sob a supervisão de Andreia Castro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE