DESPEDIDA

Idosos casados há 57 anos morrem de covid-19 com diferença de dois dias

Nair e João Poderoso estavam internados no Hospital Universitário em São Carlos (SP) desde o início de dezembro. "Eles não iam conseguir viver longe um do outro", lamentou a filha

Correio Braziliense
postado em 15/01/2021 17:29 / atualizado em 15/01/2021 17:52
 (crédito: Reprodução/Facebook)
(crédito: Reprodução/Facebook)

Um casal de idosos de Ibaté, município de São Paulo, casados há 57 anos, morreram com diferença de dois dias por complicações da covid-19. Nesta sexta-feira (15/1), o senhor João Poderoso, de 74 anos, faleceu, depois de 43 dias de internação, logo após a esposa, Nair, de 72 anos, não resistir ao vírus e falecer, na última quarta-feira (13/1). A senhora estava internada há 41 dias.

Em entrevista ao G1 São Carlos e Araraquara a filha do casal, Valéria Poderoso, pontua que compreende o pai ter partido em seguida da mãe. "Eu entendo que não podia ser diferente, pois ele jamais ia conseguir viver sem ela". Tanto João quanto Nair tinham comorbidades que pioraram o quadro causado pelo vírus.

Ao portal, Valéria ainda agradeceu aos amigos que estiveram ao lado da família durante esses dias. "Eu queria poder abraçar cada um, foram muitas pessoas, cada um de uma religião ou crença diferente, gratidão", disse.

Contaminação

A família diz não saber como o casal se contaminou. Mas, assim que os primeiros sintomas apareceram, no início de dezembro, ambos foram internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário em São Carlos.

Segundo a filha, o casal nunca passou uma noite sem se falar. "Eles não iam conseguir viver longe um do outro", lamentou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE