VACINA

São Paulo enviará 4.6 milhões de doses da CoronaVac para Ministério da Saúde

Montante destinado ao ministério faz parte das 6 milhões de doses da vacina armazenadas no Butantan. O restante, segundo informou Doria, ficará em São Paulo, também para aplicação dentro do Programa Nacional de Imunização (PNI)

Jorge Vasconcellos
postado em 17/01/2021 21:00 / atualizado em 17/01/2021 21:10
 (crédito: Governo do Estado de São Paulo)
(crédito: Governo do Estado de São Paulo)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou, neste domingo (17/01), que estão sendo enviadas ao Ministério da Saúde 4.636.936 de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chenês Sinovac. Ele fez o anúncio após o imunizante ter o uso emergencial autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Ao todo, 4 milhões, 636 mil, 936 doses da Vacina do Butantan estão sendo enviadas para o Ministério da Saúde para a distribuição ao DF e outros Estados”, anunciou o tucano, pelas redes sociais.

O montante destinado ao ministério faz parte das 6 milhões de doses da vacina armazenadas no Butantan. O restante, segundo informou Doria, ficará em São Paulo, também para aplicação dentro do Programa Nacional de Imunização (PNI).

“São Paulo ficará com as doses determinadas pelo PNI - Programa Nacional de Imunização: 1 milhão, 357 mil e 940 doses da vacina ficam em SP para imunizar os profissionais de saúde”, disse Doria, nas redes sociais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE