Pandemia

Força Aérea Brasileira leva vacina a indígenas do Amazonas

A aldeia Umariuçu receberá mil doses da CoronaVac. Meta é imunizar 430 mil indígenas em todo o país

Bruna Lima - Enviada especial
postado em 19/01/2021 08:37 / atualizado em 19/01/2021 08:52
 (crédito: Bruna Lima/ CB/ DA Press)
(crédito: Bruna Lima/ CB/ DA Press)

Manaus, Amazonas - A Força Aérea Brasileira (FAB) leva, nesta terça-feira (19/1), à aldeia Umariuçu, localizada em Tabatinga (AM), mil doses da CoronaVac para imunizar um dos grupos mais vulneráveis às complicações da doença no país.

Na missão de vacinar mais de 430 mil indígenas no Brasil, o Ministério da Defesa serve como apoio à Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) do Ministério da Saúde, quanto à logística e à operacionalidade para chegar aos territórios mais isolados. A estratégia é começar pelas aldeias mais próximas e mais acessíveis, terminando naquelas que são mais longe e de difícil acesso.

 

Desde segunda-feira (18/1), também são as Forças Armadas que auxiliam o Ministério da Saúde no transporte das vacinas para um terço do país. Os voos partiram de São Paulo, onde fica o depósito central da pasta, para transportar aproximadamente 44 toneladas de carga para o Distrito Federal e para as capitais do Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina. Os demais estados terão os imunizantes transportados por meio de parcerias com empresas privadas.


Mais apoio

No Amazonas, a FAB também tem auxiliado no transporte de insumos e equipamentos para minimizar a crise de saúde do estado, em especial pela falta de oxigênio. Em dez dias de missão, foram transportadas 168 toneladas de cargas para Manaus, sendo, referente a oxigênio, 36 tanques, mais de 1,5 mil cilindros de oxigênio gasoso, 12 usinas e 40 respiradores. Neste período, foram realizadas 314 horas de voo.

* A repórter viajou a convite da FAB

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE