PANDEMIA

Acordo entre Brasil e Portugal irá repatriar brasileiros em voo extraordinário

Negociação da volta de centenas de brasileiros foi feita após Portugal suspender os voos. Empresa TAP realizará o trajeto entre Lisboa e Guarulhos na próxima sexta-feira (26/2)

Jailson R. Sena*
postado em 19/02/2021 21:23 / atualizado em 19/02/2021 21:26
 (crédito: NewsAvia)
(crédito: NewsAvia)

Centenas de brasileiros que estão enfrentando dificuldades em Portugal, em decorrência da prorrogação de suspensão de voos diretos entre os dois países, farão um voo comercial extraordinário pela empresa aérea TAP entre Lisboa e Guarulhos. O trajeto está previsto para a próxima sexta-feira (26/2) e foi anunciado na noite desta sexta (19) pelo Palácio do Itamaraty. Portugal decidiu suspender os voos em razão do aumento no número de casos de covid-19 no Brasil e a detecção de novas cepas do coronavírus.

As negociações ocorreram entre o governo de Portugal por meio do Itamaraty. Segundo o órgão, os dois governos vêm mantendo contatos para facilitar a realização de voos extraordinários desde a suspensão das operações decretada pelo governo português em 27 de janeiro. 

O voo de 26 de fevereiro será uma operação privada. Os interessados devem tratar diretamente com a TAP, seja para marcação ou aproveitamento de bilhetes aéreos. Tendo em vista o estado de emergência e as restrições vigentes em Portugal, somente poderão ingressar no aeroporto os passageiros com bilhetes confirmados pela TAP.

Permanecem inalteradas, contudo, as exigências de documentos para viagem, assim como a apresentação de teste negativo para covid-19 e o preenchimento de formulário da Anvisa (declaração de saúde do viajante) para entrada no Brasil. A possibilidade de que novos voos sejam realizados, em bases igualmente comerciais, segue sendo tratada por ambos os governos.

*Estagiário sob a supervisão de Andreia Castro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE