SPUTNIK V

Vacinas negociadas por consórcio do Nordeste devem ser distribuídas para todo o país

Governadores de nove estados do Nordeste fecharam a compra de cerca de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, da Rússia. O anúncio foi feito sexta-feira (12/3)

Sarah Paes
postado em 13/03/2021 19:08
 (crédito: Reprodução/ Redes Sociais)
(crédito: Reprodução/ Redes Sociais)

As 37 milhões de doses da vacina russa Sputnik V, negociadas pelos nove estados do nordeste, o Consórcio Nordeste, devem ser distribuídas para todo o país. A informação foi confirmada neste sábado (13/3) pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), presidente do consórcio.

“Aqui nós também tratamos com o Ministério da Saúde e da Advocacia Geral da União dos termos para que a gente mantenha um regramento em que se tenha vacina para todo o Brasil e assim foi acertado com a procuradoria dos estados, equipe jurídica do Ministério e Advocacia Geral da União para que até segunda-feira (15/3) trabalharem as condições de um contrato em que o Ministério entre como interveniente e garanta que as 37 milhões de doses a partir de abril serão para todo o Brasil", declarou o governador.

Após reunião virtual, realizada na manhã deste sábado (13/3), com o Ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, com a Advocacia Geral da União, e com o Consórcio Nordeste, ficou acordado que as vacinas integrem o Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Ainda segundo o governador, a previsão é de que as vacinas sejam entregues entre abril e julho. “As nossas procuradorias estão analisando o contrato para a assinatura na semana que vem.”

A vacina russa desenvolvida pelo Centro Gamaleya, ainda espera aprovação da Anvisa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE