VACINAÇÃO

Com 936 mil doses, sexto lote de vacinas da Pfizer chega ao Brasil

Pelo menos 4,5 milhões de doses do imunizante chegarão até o fim desta semana ao país

Estado de Minas
postado em 01/06/2021 23:47
 (crédito: AFP / Patrick T. FALLON)
(crédito: AFP / Patrick T. FALLON)

O sexo lote de vacinas da alemã Pfizer contra o novo coronavírus chegou nesta terça-feira (1º/6) ao Brasil, via Campinas. A nova remessa conta com 936 mil doses e será distribuída pelo Ministério da Saúde a estados e municípios.

Pelo contrato com o governo federal, a Pfizer entregará ao país 12 milhões de imunizantes em junho, sendo que pelo menos 4,5 milhões de doses chegarão até o fim desta semana. Os voos partirão de Miami.

O acordo entre o Brasil e a fabricante alemã prevê o envio de 100 milhões de doses até o fim do ano. O contrato foi assinado em março. As vacinas virão da fábrica de Kalamazoo, em Michigan, nos Estados Unidos.

A primeira remessa da vacina teve 1 milhão de doses e foi recebida em 29 de abril, em cerimônia que contou com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Por sua vez, o segundo lote contou com 629 mil doses e foi entregue em 5 de maio. Já a terceira remessa, com 628 mil doses, chegou no dia 12. A quarta, com mais 629 mil doses, chegou ao terminal de Campinas no dia 19. Por fim, o quinto lote desembarcou no Brasil na quarta-feira (26/5) passada.

Em maio, o Brasil assinou outro acordo com o laboratório, de mais 100 milhões de doses da Pfizer. Eles serão entregues a partir de setembro.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou comunicado para autorizar novas condições de conservação da vacina da Pfizer. Segundo a nova orientação, ela agora pode ser mantida em temperatura entre 2ºC e 8ºC por até 31 dias – a orientação anterior era de cinco dias.

Além disso, as doses precisavam ser armazenadas em freezers em até -70ºC. Por causa disso, os imunizantes inicialmente foram distribuídos apenas para as capitais, que contavam com equipamento para o armazenamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE