MOBILIZAÇÃO SOCIAL

Tuitaço contra trabalho infantil reúne famosos e alcança trending topics

Influenciadores, artistas e instituições públicas tuitaram com a hashtag #NaoAoTrabalhoInfantil. Torcida da campeã do BBB 21, Juliette Freire, fez parte da mobilização, promovida pelo TST

Correio Braziliense
postado em 11/06/2021 19:06
 (crédito: Rod Waddington)
(crédito: Rod Waddington)

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) promove, nesta sexta-feira (11/6), um tuitaço contra o trabalho infantil. Junto a instituições públicas e privadas, artistas e influenciadores, o movimento colocou a hashtag #NãoaoTrabalhoInfantil no quinto lugar dos 22 assuntos mais comentados no Brasil, no Twitter.

A mobilização faz parte da campanha Precisamos agir agora para acabar com o trabalho infantil, organizada pela Justiça do Trabalho, Ministério Público do Trabalho (MPT), Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FENPeti) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

No Brasil, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam um cenário devastador: cerca de 1,8 milhão de crianças e adolescentes entre cinco e 17 anos trabalhavam no país em 2019. De acordo com a Justiça do Trabalho e a Organizações das Nações Unidas (ONU), a pandemia da covid-19 agravou os casos e cerca de milhões de crianças foram forçadas a trabalhar.

Confira alguns tuítes da mobilização desta sexta-feira (11/6):

 

 

 

 

A torcida da campeã do Big Brother Brasil (BBB) 21, Juliette Freire, também fez parte do movimento e ajudou a hashtag a entrar nos trends topics das redes sociais. O esforço dos Cactos, como os membros da torcida são conhecidos, foi reconhecido pelo TST:


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE