COVID-19

Após se vacinar, Randolfe discute com bolsonarista que o acusa de "matar pessoas" por covid-19

No vídeo, homem com a máscara de Bolsonaro intimida o senador que é vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID

Ana Mendonça* - Estado de Minas
postado em 21/06/2021 17:49 / atualizado em 21/06/2021 17:58
 (crédito: Redes sociais/Reprodução)
(crédito: Redes sociais/Reprodução)

O vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acabou discutindo com um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) depois de tomar a primeira dose da vacina contra COVID-19 em Macapá, Amapá.

Um vídeo do momento está viralizando nas redes sociais. O eleitor de Bolsonaro acusa Randolfe de ser “responsável por matar” as pessoas por COVID-19. O senador diz que Bolsonaro é “genocida” e “assassino”. De acordo com o bolsonarista, por ser "político", Randolfe ajudou a "matar a população".
 

O homem que abordou Randolfe usava uma máscara com as cores verde e amarela com imagem do chefe do Executivo federal.

O senador comemorou nesta segunda-feira (21/6) o recebimento da primeira dose da vacina contra a COVID-19. "Felicidade define", declarou o senador em publicação no Twitter, na qual reforçou a importância da imunização no combate ao vírus. "Vacinas salvam vidas", afirmou.

"Vou continuar lutando para que a vacina chegue para todos os brasileiros", reforçou Randolfe, mantendo a postura que vem seguindo na CPI da Covid. O senador celebrou a importância da ciência no combate à doença. "Viva o SUS! Viva a ciência!", declarou na publicação.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE