Minas Gerais

Homem mata mãe idosa depois de desentendimento e enterra corpo no quintal

Suspeito queria se mudar de Santana do Paraíso, mas a mãe não permitia; ele foi preso na rodoviária de João Monlevade

Natasha Werneck/Estado de Minas
postado em 24/07/2021 12:38
Polícia Rodoviária Federal prendeu o suspeito na rodoviária de João Monlevade -  (crédito: Divulgação/PCMG)
Polícia Rodoviária Federal prendeu o suspeito na rodoviária de João Monlevade - (crédito: Divulgação/PCMG)

Um homem, de 48 anos, foi preso nessa sexta-feira (23/7), suspeito de matar a própria mãe, de 78 anos, em Santana do Paraíso, Região do Rio Doce de Minas Gerais, nesta mesma data. O corpo da vítima foi encontrado enterrado no quintal da casa no mesmo dia, segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).

Conforme a delegada Talita Martins Soares, responsável pelo caso, vizinhos estranharam o suspeito ter saído de bicicleta com uma mala. Acionaram a Polícia Militar e entraram na residência, quando se depararam com uma cova no quintal da casa com a vítima enterrada.

A bicicleta do suspeito foi identificada pela delegada próxima à rodoviária de Ipatinga, e a polícia descobriu que ele havia embarcado em um ônibus com destino a Juiz de Fora. A Polícia Rodoviária Federal interceptou o ônibus, mas ele havia desembarcado em João Monlevade, segundo relato de passageiros.

Foi feito contato com a Polícia Militar da região. Ele encontraram o suspeito ainda na rodoviária e ele foi preso. No primeiro momento, segundo a delegada, ele negou, mas depois confessou o crime.

Segundo o suspeito, ele e a mãe tinham constantes brigas porque ele queria se mudar, mas ela não permitia. Naquele dia, ele pegou um facão e desferiu dois golpes contra ela. Em seguida, levou o corpo ela até o quintal da casa e abriu uma cova, onde o enterrou.

Ele foi preso por homicídio qualificado pela condição de violência doméstica e a vítima maior de 60 anos e já se encontra no sistema prisional.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE