Saúde

Capital paulista alcança 96,1% da população imunizada com 1ª dose

Só no sábado, durante a Virada da Vacina Sampa, das 7 horas às 17h30, foram aplicadas 238.842 doses de vacinas, informa o site oficial da Prefeitura de São Paulo

Agência Estado
postado em 15/08/2021 14:12 / atualizado em 15/08/2021 14:12
A capital paulista alcançou ontem, sábado 14, o índice de 96,1% da sua população vacinada com a primeira dose (D1) do imunizante antiCovid e 40,5% com a segunda dose (D2). O índice foi atingido na esteira da "Virada da Vacina Sampa", um esforço da Prefeitura para acelerar o ritmo da vacinação e imunizar o mais rápido possível os moradores da capital paulista.
Só no sábado, durante a Virada da Vacina Sampa, das 7 horas às 17h30, foram aplicadas 238.842 doses de vacinas, informa o site oficial da Prefeitura de São Paulo. Do total aplicado, 188.136 foram de primeiras doses (D1), 50.699 segundas doses (D2) e sete doses únicas.
O prefeito Ricardo Nunes (MDB) acompanhou no início da noite a vacinação nos drive-thrus do Anhembi e do Memorial da América Latina. De acordo com ele, a ideia da Virada da Vacina Sampa foi um sucesso.
"Muitas cidades do Brasil copiaram a ideia, pois a gente consegue se comunicar com a juventude. Eles colocam nas redes sociais e incentivam os outros a virem", afirmou o prefeito.
No geral, até às 17h30 do sábado, a cidade de São Paulo ultrapassou as 12 milhões de doses aplicadas, desde o início da campanha de vacinação. Já foram distribuídas 8.554.898 (D1), 3.419.127 (D2) e 318.170 doses únicas, totalizando 12.292.195.
Hoje, domingo, 15, a cidade de São Paulo segue com a campanha de vacinação ininterrupta por 34 horas para imunizar os jovens entre 18 e 21 anos de idade.
A ação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) tem como objetivo incentivar os jovens a se vacinarem, encerrando o calendário de primeira dose para os adultos da cidade de São Paulo.
Segundo o site da Prefeitura de São Paulo, durante a Virada da Vacina Sampa também é possível tomar a segunda dose. O público elegível deve procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e as Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/UBSs Integradas até às 17h. A repescagem de primeira dose será retomada a partir de segunda-feira, 16.
 

CONTINUE LENDO SOBRE