Pandemia

Prefeitura do Rio interrompe festas; cidade alcança 31,8% da população imunizada

A capital fluminense tem pouco mais de 30% da população local já com imunização completa contra a covid-19.

Agência Estado
postado em 15/08/2021 14:39
 (crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
(crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Fiscais da prefeitura do Rio de Janeiro interditaram dois eventos com aglomeração de pessoas na zona sul da cidade na madrugada deste domingo, 15. A capital fluminense tem pouco mais de 30% da população local já com imunização completa contra a covid-19.
Agentes da Secretaria de Ordem Pública interromperam no início da madrugada uma festa clandestina no Espaço Corcovado, no bairro do Cosme Velho, que reunia cerca de duas mil pessoas. O estabelecimento foi interditado e autuado por falta de licenciamento sanitário, por atividade de boate, aglomeração e pessoas consumindo bebidas em pé.
Pouco depois, os fiscais encerraram outro evento irregular, no espaço ExC.Rio, no Jockey Club Brasileiro, no Jardim Botânico, com cerca de 600 pessoas. O local também foi interditado, e os responsáveis foram multados por falta de licenciamento sanitário, aglomeração e pessoas consumindo bebidas em pé. Desde o início do ano a secretaria encerrou 157 festas e eventos clandestinos. A Prefeitura recebe denúncias pelo telefone 1746.
Vacinados
A Secretaria Municipal do Rio de Janeiro informou que alcançou um recorde de mais de 98 mil doses da vacina contra a covid-19 aplicadas na cidade no sábado, 14. A secretaria divulgou que mais de 2 milhões de moradores já estão completamente imunizados: 2.005.962 pessoas tomaram as duas doses da vacina e mais 137.848 foram vacinadas com o imunizante de dose única, o que representa 31,8% da população da cidade.
Até o fim da tarde deste sábado, o Estado do Rio de Janeiro tinha 1,080 milhão de casos de covid-19 confirmados, sendo 3.861 deles nas 24 horas anteriores. No Estado, 60.632 pessoas tiveram morte por covid confirmada, 83 a mais que no dia anterior. O município do Rio tem 420.305 casos e 31.065 mortes confirmadas por causa do novo coronavírus.
 

CONTINUE LENDO SOBRE