COVID-19

Passaporte da vacina: saiba como emitir o cartão que garante circulação em 249 cidades

Previsão da Confederação Nacional de Municípios é de que cada vez mais cidades exijam o documento

Talita de Souza
postado em 30/09/2021 22:13 / atualizado em 30/09/2021 22:13
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

Fortemente criticado pelo governo federal, o passaporte da vacina segue em adesão crescente por diversas cidades do país. De acordo com levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), 249 cidades exigem a comprovação de imunização contra a covid-19 para dar acesso a shows, eventos, restaurantes e até hóteis. São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis são alguns dos municípios da lista.

A CNM afirma que o passaporte é uma medida sanitária coletiva por ser uma forma de incentivar a vacinação. Além disso, a permissão de circular apenas pessoas vacinadas diminui o risco de casos graves e, por consequência, a lotação dos leitos de internação, já que o imunizante atenua a ação do vírus.

A organização afirma que é provável que mais cidades passem a exigir o passaporte. Por isso, para não ficar de fora dos locais que quer acessar, principalmente em caso de viagens, é importante saber como emitir o passaporte. É rápido, fácil e gratuito. Saiba como fazer em três passos:

1. Vacine-se

Apesar de óbvio, é preciso frisar o passo. O comprovante de vacinação é disponibilizado apenas para aqueles que tomaram o imunizante por meio do SUS. O sistema do Ministério da Saúde irá contabilizar a vacina e publicizar o feito. Por isso, não é possível burlar o passo principal. Vacinar salva vidas e é de graça!

2. Baixe ou acesse o Conecte SUS

A plataforma Conecte SUS foi criada pelo Ministério da Saúde para integrar os dados dos cidadãos que utilizam a rede pública de saúde. Nela, você pode monitorar as medicações retiradas nas farmácias populares, as consultas e internações já feitas, os exames marcados e agendados, pesquisar hospitais, postos de saúde, centros de atenção psicossocial e acessar a carteira de vacinação digital.

Com o início da vacinação contra a covid-19, a plataforma passou a registrar as doses da imunização e emitir o Certificado Nacional de Vacinação, popularmente conhecido como o passaporte da vacina.

Para obtê-lo, é preciso acessar a plataforma ou baixar o app, que está disponível para o sistema iOS ou Android.

Depois, é só clicar em cidadão e criar uma senha. Se você já usou algum serviço oferecido pelo governo federal, é provável que você tenha se cadastrado na conta gov.br, que garante um único login para todos os serviços digitais.

Uma vez dentro do sistema, basta ir em vacinas e clicar em qualquer uma das doses. Na tela que abrir aparecerá, no rodapé da página, o botão Certificado de vacinação. O documento aparacerá com os dados pessoais e da vacina na frente e um QR Code no verso para que se verifique a validade.

Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 emitido pelo Conecte SUS apresenta dados pessoais e das doses tomadas
Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 emitido pelo Conecte SUS apresenta dados pessoais e das doses tomadas (foto: Talita de Souza/CB )

É possível, também, exportar as informações em PDF para guardá-las no celular ou imprimir o documento.

Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 emitido pelo Conecte SUS apresenta QR Code para terceiros verificarem validade do documento
Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 emitido pelo Conecte SUS apresenta QR Code para terceiros verificarem validade do documento (foto: Talita de Souza/CB )

3. Apresente e tenha livre acesso

Agora que você já tem acesso ao aplicativo, é só fazer o caminho e mostrar o Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 quando necessário ou salvar o PDF no celular, para garantir um acesso mais rápido. Desta forma, você estará com passe livre garantido nas cidades que exigem o documento.

Lembre-se: máscaras faciais e álcool em gel continuam sendo indispensáveis.

Para paulistas, passaporte pode ser emitido por outras duas plataformas

Aqueles que garantirem a proteção contra a covid-19 no estado de São Paulo contam com outras duas plataformas para emitir o passaporte da vacinação. A primeira abrange todos do estado de São Paulo. É o aplicativo Poupatempo Digital, a versão digitalizada dos postos “tudo em um” para resolver questões relacionadas ao Detran, débitos e identidade, por exemplo.

Nele, o usuário poderá ir na aba Serviços e clicar em “vacinação covid-19”, opção localizada ao lado de uma seringa. Depois, é só selecionar “carteira de vacinação” e baixar o item em formato PDF. É disponibilizada, também, uma versão do documento em inglês, para viagens internacionais.

A outra opção é destinada apenas para aqueles vacinados na cidade de São Paulo. O E-Saúde SP é um aplicativo específico para a área da saúde pública que, após um rápido registro, já fornece, na tela principal, a opção “Carteira de vacinação”. No app, é possível apenas visualizar as doses de covid-19 recebidas, sem opção de baixar um comprovante em PDF.

  • Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 emitido pelo Conecte SUS apresenta dados pessoais e das doses tomadas
    Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 emitido pelo Conecte SUS apresenta dados pessoais e das doses tomadas Foto: Talita de Souza/CB
  • Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 emitido pelo Conecte SUS apresenta QR Code para terceiros verificarem validade do documento
    Certificado Nacional de Vacinação Covid 19 emitido pelo Conecte SUS apresenta QR Code para terceiros verificarem validade do documento Foto: Talita de Souza/CB
  • Vacinação para adolescentes de 13 a 15 anos, terceira dose para idosos e antecipação da segunda dose em Sobradinho. DF
    Vacinação para adolescentes de 13 a 15 anos, terceira dose para idosos e antecipação da segunda dose em Sobradinho. DF Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE