PANDEMIA

Recebeu SMS? Saiba como devolver o dinheiro do Auxílio Emergencial

O cidadão não precisa devolver todo o dinheiro recebido pelo benefício, podendo escolher quais parcelas deseja restituir a União

Yasmin Ibrahim*
postado em 07/10/2021 13:16 / atualizado em 07/10/2021 13:17
 (crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil - 7/4/20)
(crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil - 7/4/20)

O Ministério da Cidadania, por meio de mensagens via SMS, está notificando 627 mil brasileiros para realizar a devolução voluntária de recursos, denúncia de fraudes ou o pagamento de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) do Auxílio Emergencial. As mensagens são enviadas pelos números 28041 ou 28042 e contêm o registro do CPF do beneficiário e o link iniciado com gov.br. 

Para realizar a devolução do auxílio é necessário acessar ao site do Ministério da Cidadania e escolher a parcela do auxílio que deseja emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU). Dessa forma, o solicitante devolverá à Receita apenas o valor das parcelas selecionadas.

O site para realizar o cadastro está fora do ar, mas tem previsão de retorno no sábado (9/10).

Até agora, R$ 6,5 bilhões retornaram aos cofres públicos. O valor repassado ao governo vai direto para a conta única do Tesouro Nacional e ficam à disposição da União.

Fique atento à trotes!

A notificação é enviada por mensagens de celular (SMS). As mensagens são enviadas pelos números 28041 ou 28042 e contêm o registro do CPF do beneficiário e o link iniciado com gov.br. Qualquer SMS enviado de números diferentes desses, com este intuito, deve ser desconsiderado.

Para o grupo que recebeu fora das regras do benefício, a mensagem será: "O CPF ***.456.789-** tem parcelas a devolver do Auxílio Emergencial. Devolva todas as parcelas em gov.br/devolucaoae. Fraude denuncie em gov.br/falabrae".

Para o público do Bolsa Família, que recebeu fora das regras do benefício, a mensagem será: "O NIS ***456789** tem parcelas a devolver do Auxílio Emergencial. Devolva todas as parcelas em gov.br/devolucaoae. Fraude denuncie em gov.br/falabrae".

Para o grupo relacionado à declaração de IRPF e com DARF emitida, que solicitaram o Auxílio por meio do aplicativo da Caixa, denominado público ExtraCad, a mensagem será: “O CPF ***.456.789-** possui DARF do Imposto de Renda em aberto relativo ao Auxilio Emergencial. Pague o valor ou denuncie fraude. Acesse gov.br/dirpf21ae”.

Para os públicos do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família, identificados na declaração IRPF 2021 com DARFs emitidas sem pagamento, a mensagem será: “Consta DARF do Auxílio Emergencial em aberto no seu Imposto de Renda para o CPF ***.456.789-**. Pague o valor ou denuncie fraude. Acesse gov.br/dirpf21ae”.

*Estagiária sob supervisão de Roberto Fonseca

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE