MINASLÂNDIA

Adolescente suspeito de furtar moto é espancado por populares

Vítima disse que deixou a moto na rua por 15 minutos e ela foi levada. Enquanto a ocorrência era registrada, populares encontraram o suspeito e o agrediram

Cristiane Silva - Estado de Minas
postado em 05/11/2021 11:50
Enquanto a vítima registrada a ocorrência em uma companhia da PM, militares foram informados que o suspeito havia sido localizado e era agredido -  (crédito: Reprodução da internet/Google Maps)
Enquanto a vítima registrada a ocorrência em uma companhia da PM, militares foram informados que o suspeito havia sido localizado e era agredido - (crédito: Reprodução da internet/Google Maps)

Um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de furtar uma motocicleta na tarde dessa quinta-feira (3/11) no Bairro Minaslândia, Região Norte de Belo Horizonte. Ele foi apreendido após ser espancado por populares. Após atendimento médico, foi encaminhado à delegacia.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o dono do veículo, de 29 anos, contou que estacionou a moto na Rua Dom Cavati e entrou em um imóvel, onde ficou por 15 minutos. Ao retornar, não encontrou o veículo.

Ele ligou para o 190 para comunicar o furto e foi orientado a procurar uma delegacia para registrar a ocorrência. Em seguida, ele começou a chamar nas casas onde havia câmeras de segurança para ver se alguma havia registrado o momento em que a motocicleta foi levada.

A busca acabou levando o rapaz até uma residência no mesmo bairro, onde ele viu a moto na garagem. Ele foi atendido pela irmã do suspeito, que disse que ele não estava lá, mas permitiu a entrada da vítima para conferir. A situação acabou atraindo curiosos, entre eles, outros motociclistas, que queriam forçar a entrada para ir atrás do suspeito.

Um vizinho da mulher viu a confusão e chamou a PM para impedir o tumulto. Ela confirmou que é irmã do suspeito e que ele estava hospedado lá há alguns dias. O adolescente mora com a mãe em Pedro Leopoldo, na Grande BH.

A mulher contou aos policiais que chegou do trabalho por volta das 17h e encontrou a moto na garagem. Um outro adolescente disse que o irmão dela havia comprado o veículo.

A motocicleta foi recolhida e levada para um pátio. Enquanto a vítima e a irmã do suspeito estavam em uma companhia da PM para a confecção do boletim de ocorrência, os militares receberam informações de que o adolescente havia sido localizado por moradores da comunidade que o agrediram.

Eles voltaram ao bairro e encontraram o menor no endereço indicado, com vários ferimentos. Os agressores fugiram e não foram identificados. Ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte com vários ferimentos pelo corpo e foi medicado. De lá, ele foi levado ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA-BH).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE