TRANSPORTE

Enem: DF tem reforço e mudanças em horários do transporte público

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) ampliou o horário de funcionamento para os dois domingos de prova

Correio Braziliense
postado em 21/11/2021 06:00 / atualizado em 21/11/2021 07:49
 (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
(crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)

Devido ao primeiro dia de prova do Exame Nacional do ensino Médio (Enem), que acontece hoje, o transporte público do Distrito Federal vai ter mudanças no horário de funcionamento. Com reforço na frota de linhas de ônibus, a Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) determinou que, nas duas datas — 21 e 28 de novembro —, os ônibus extras que passam pelos locais de prova começarão a circular às 9h30.

Os portões de acesso a esses locais estarão abertos às 12h. A partir das 17h também haverá reforço nas linhas no sentido de volta, para atender os estudantes após o término do exame. A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) ampliou o horário de funcionamento para os dois domingos de prova, aberto das 7h às 20h. A mudança foi divulgada pela companhia na manhã da ultima sexta-feira.

No Distrito Federal, 82.761 estudantes devem realizar a prova, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Destes, 78.761 farão a prova na versão impressa e 4.000, na versão digital.

A prova terá quatro áreas de conhecimento. Hoje, o exame terá questões de linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias. No próximo domingo (28/11), os alunos vão responder perguntas sobre ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. Ao todo, os dois dias somam 180 questões objetivas. Os estudantes também são avaliados por meio de uma redação, que exige o desenvolvimento de um texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema.

Ontem, na véspera do primeiro dia de prova, 150 alunos do colégio Sigma, da 910 Norte, acompanharam um aulão presencial no auditório da escola, das 8h às 12h20, como forma de preparação para a prova de hoje. Os estudantes revisaram o conteúdo de Ciências Humanas, uma das disciplinas presentes no primeiro dia de prova do exame.

Entre os alunos, a jovem Juliana Pereira, 17 anos, que pretende fazer psicologia na Universidade de Brasília (UnB), conta que refaz provas antigas do Enem desde a edição de 2017 para chegar confiante na hora do exame. "Treinar redação é uma coisa que vale a pena. Não tento adivinhar o tema, porque é sempre uma surpresa. Estudo desta forma porque é mais para aprender como funciona o Enem. Normalmente, presto atenção às aulas da escolas e estudo à tarde, uma vez por dia", explica.

Com o desejo de cursar Direito, Arthur Romano, 17, tem uma rotina puxada de estudos. Há dois meses, ele faz cursinho de manhã no Sigma e outro curso on-line à noite. "Estou me sentindo bem confiante, fazendo algumas provas antigas também. Deu para fazer bastantes questões, até porque o Enem tem muito o costume de cobrar assuntos incomuns", argumenta o estudante.

Diretora do Sigma da 910 Norte e professora de redação, Carol Darolt acredita que a redação deste ano será com algum tema de preocupação social. Segundo ela, mais importante do que o aluno ficar preocupado com o tema, é fazer um bom texto, independentemente do assunto. "Eles precisam ter tranquilidade para fazer leitura da frase temática, coletânea, conseguir elaborar um bom plano de texto, pensar no repertório sociocultural, que é importante na prova, e montar uma boa proposta de intervenção", analisa.

Ao todo, oito professores lecionaram durante o encontro com os jovens. O aulão foi transmitido pelo canal do YouTube do colégio Sigma, aberto para o público geral e alunos da instituição que optaram por acompanhar a aula de forma on-line.

O evento faz parte do projeto "Na Rota do Enem", que acontece desde 30 de outubro no Sigma. São cinco sábados de aulas. Em 30 de outubro, os alunos revisaram o conteúdo de Linguagens e Códigos. No último dia 6 de novembro, a aula foi de Ciências da Natureza, mesmo conteúdo revisado no sábado passado.

 

CONTINUE LENDO SOBRE