TCU avalia questões

Correio Braziliense
postado em 21/11/2021 00:01

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Walton Alencar Rodrigues propôs que o tribunal avalie questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que começa neste domingo. A ideia é que o plenário do tribunal analise se as questões da prova atendem a critérios técnicos.

Ele também negou pedido para afastar o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas, após as demissões coletivas no órgão, no início deste mês.

No despacho, o ministro argumenta que não há, nos autos, até o momento, indícios de que Dupas possa atrapalhar a auditoria do TCU ou causar novos danos ao erário e, ainda, inviabilizar o ressarcimento.

Os 37 servidores que pediram exoneração afirmaram que houve assédio moral e perseguição ideológica — acusações que geraram uma crise às vésperas da realização das provas. O presidente Jair Bolsonaro chegou a dizer, após o pedido de demissão coletiva, que agora as provas do Enem "começam a ter a cara do governo".

Na última quarta-feira, o ministro da Educação, Milton Ribeiro reforçou o que disse Bolsonaro, frisando que o "Enem tem a cara do governo, sim".

Dossiê

Ontem, a Associação de Servidores do Inep divulgou dossiê que reúne acusações de assédio e possível intervenção e risco ao sigilo no Enem. O documento foi entregue ao TCU e à Controladoria-Geral da União. Os servidores argumentam que houve assédio institucional e humilhação de agentes, além de desmonte de organizações estatais e abuso do poder disciplinar.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE