feminicídio

Militar suspeito de matar ex-namorada é preso em Belém

De acordo com a investigação., o sargento não aceitava o fim do relacionamento

Thays Martins
postado em 23/11/2021 11:51 / atualizado em 23/11/2021 12:02
 (crédito: PCPA/ divulgação)
(crédito: PCPA/ divulgação)

O 3º sargento do Exército suspeito de ter matado a ex-namorada Édrica Moreira, de 19 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (22/11), em Belém, no Pará.

O militar se apresentou no Batalhão do Exército e foi conduzido à Delegacia da Cabanagem onde prestou depoimento. Depois ele retornou a carceragem de Polícia do Exército. De acordo com Comando Militar do Norte, o sargento está à disposição da Justiça. “A instituição reforça que não compactua com quaisquer atos de violência, repudia todos os tipos de desvio de conduta e irá acompanhar as investigações dos órgãos competentes”, diz a nota.

A Polícia Civil do Pará investiga o caso como feminicídio. De acordo com a investigação, o militar não aceitava o término do relacionamento com Édrica Moreira.

A jovem morreu no último dia 11 de novembro no hospital, quatro dias após ser baleada com três tiros.

A polícia localizou o veículo e a arma que teriam sido utilizados no crime na sexta-feira (19/11) em Abaetetuba.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE