Crime

Foragida há 5 anos, mulher acusada de matar bebê de 1 ano afogado é presa

Crime ocorreu em 18 de outubro de 2015, em Itambacuri, na Região do Rio Doce; investigada estava foragida há cinco anos e foi localizada em Coronel Fabriciano

Luiz Henrique Campos/ Estado de Minas*
postado em 26/11/2021 14:15 / atualizado em 26/11/2021 14:16
 (crédito: Divulgação Polícia Civil/ divulgação)
(crédito: Divulgação Polícia Civil/ divulgação)

Uma mulher de 62 anos foi presa nessa quinta-feira (25/11) em Coronel Fabriciano, na Região do Vale do Aço. Ela é acusada de matar uma criança de um ano no município de Itambacuri, na Região do Rio Doce, a 220 km de distância de onde foi localizada. O crime ocorreu em 18 de outubro de 2015.

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita estava foragida em Coronel Fabriciano desde a data do crime.

À época, a mulher trabalhava como babá em uma casa e, sem que a mãe da criança percebesse, afogou o bebê nos fundos da residência em um local preparado por ela mesma. Segundo as investigações da polícia, ela teria colocado a criança de cabeça para baixo no dentro d’água.

Após o ato criminoso, a investigada ainda tentou simular um acidente para enganar a família da vítima. Porém, a perícia técnica concluiu que a causa da morte foi asfixia por afogamento. A motivação do crime não foi revelada.

Naquele mesmo ano, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva da cuidadora, mas ela já havia fugido do município.

A prisão da mulher foi efetivada pelos investigadores Helton Moreira de Assis, Diego Lopes Cardoso e Gerlene Hipólito Dias Oliveira, chefiados pelo chefe de Departamento de Ipatinga, delegado Gilmaro Alves Ferreira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE