INCENTIVO

Programa Caixa Mais Brasil

Correio Braziliense
postado em 06/12/2021 00:01

Comunidade indígena e projeto de recuperação da biodiversidade brasileira receberam o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, no sábado. As visitas fazem parte da agenda 121º Caixa Mais Brasil.

Acompanhado por executivos do banco, Pedro Guimarães esteve na comunidade indígena Pé do Monte, em Porto Seguro (BA). Localizada em torno do Monte Pascoal, a aldeia é formada por indígenas da etnia Pataxó e atua na promoção do etnoturismo na região onde atracaram os primeiros portugueses, em 1500.

Entre as atividades desenvolvidas, o grupo escalou o Monte Pascoal para entender mais sobre as características do local e como a Caixa pode ajudar na preservação do meio ambiente e apoiar as comunidades locais.

À tarde, foi a vez de conhecer o projeto Pomares da Mata Atlântica, no município de Teixeira de Freitas (BA). A ação promove a recomposição da biodiversidade brasileira por meio do plantio de espécies frutíferas nativas da Mata Atlântica. A vegetação, que cobria quase toda a costa brasileira, foi reduzida a apenas 15% da área que ocupava originalmente.

O Pomares da Mata Atlântica é um dos oito projetos selecionados para receber recursos do Fundo Socioambiental Caixa por meio do Programa Caixa Florestas. Durante o fim de semana, executivos do banco visitaram os locais para inspeção, reuniões, oficinas, visitas às nascentes e diálogo com as comunidades.

Ao todo, os oito projetos receberão R$ 60 milhões para, dentre outras iniciativas, preservar 2,2 mil nascentes e plantar de 3,7 milhões de árvores.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE