TRAGÉDIA

"Piloto evitou alguns pontos", diz turista que passou por paredão antes do acidente

Normandes Moreira recorda que na região tem chovido muito nos últimos dias e que só viu o perigo quando viu as fotos

Thays Martins
postado em 08/01/2022 17:28
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Minutos antes do pedação de rocha se desprender do paredão de cânion, em Capitólio (MG), no início da tarde deste sábado (8/1), o turista Normandes Moreira, de Betim (MG), passou pelo local sem restrições de passagem. Ele relata que, apesar de não ter recomendação de que a região era perigosa, o piloto da embarcação em que estava evitou ficar próximo ao paredão.  “Não houve nenhum tipo de recomendação, mas o barqueiro que estava nos levando não entrou em alguns pontos do trajeto porque estava muito complicado de passar e por segurança ele avisou que não era possível entrar”, destaca.

Normandes observou que o local representava perigo apenas ao observar as fotos tiradas, onde observou uma rachadura grossa entre o pedaço de rocha que se soltou e o resto do paredão. “No local do ocorrido, não havia observado algo que evidenciasse perigo de acidente. Só depois observando as fotos que vi o local com uma fenda perigosa”, completa.

O turista acredita que o acidente pode ter ocorrido pelas intensas chuvas que ocorreram na região, apesar do clima estar sem grandes tempestades no momento do acidente. “Apenas uma garoa em algumas partes do percurso. Mas tem chovido bastante nos últimos dias, inclusive na última madrugada choveu bastante. Muito mesmo”, afirma.

Pelo menos duas pessoas morreram, segundo o Serviço Móvel de Urgência de Minas Gerais. Outras 23 pessoas foram atendidas e liberadas da Santa Casa de Capitólio e mais quatro com ferimentos leves estão sendo cuidadas no Pronto Socorro de São João da Barra. Duas vítimas com fraturas expostas foram encaminhadas para a Santa Casa de Piumhi.

De acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros, o acidente foi provocado por uma tromba d’água.

Em vídeos compartilhados nas redes sociais é possível ver que o paredão cai em cima de pelo menos duas lanchas. Havia muitos turistas no local no momento do acidente.

A Marinha do Brasil informou que um inquérito será instaurado para apurar circunstâncias do acidente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE