PANDEMIA

Criança indígena de SP é primeira a ser vacinada no Brasil contra covid

Davi Seremramiwe Xavante, de 8 anos, foi imunizado nesta sexta-feira (14/1) na capital paulista. Campanha de vacinação infantil deve ocorrer de forma escalonada

Luana Patriolino
postado em 14/01/2022 13:01 / atualizado em 14/01/2022 13:03
 (crédito: Nelson Almeida/AFP)
(crédito: Nelson Almeida/AFP)

O indígena Davi Seremramiwe Xavante, de 8 anos, é a primeira criança a ser vacinada contra a covid-19 no país. A vacinação ocorreu por volta das 12h desta sexta-feira (14/1) em um evento organizado pelo governo de São Paulo para inaugurar a vacinação para a faixa etária de 5 a 11 anos.

A partir da próxima segunda-feira (17), outras crianças da mesma idade poderão ser vacinadas nos postos de saúde da capital de São Paulo e em outras cidades do estado, segundo a prefeitura paulista.

O pequeno Davi é da etnia xavante e morador de Piracicaba, no interior de São Paulo, mas está na capital paulista para realizar um tratamento médico. O governador João Doria (PSDB) acompanhou o ato no Hospital das Clínicas, na Zona Oeste da capital.

A campanha de vacinação infantil no estado deve ocorrer de forma escalonada, em ordem decrescente, como foi feito com a população adulta, mas o governo de São Paulo ainda aguarda o recebimento de mais doses para divulgar um calendário oficial.

Primeiro lote

O primeiro lote de vacinas da Pfizer contra a covid-19 para crianças de 5 a 11 anos chegou ao Brasil por volta das 4h45 de quinta-feira (13). A remessa com 1,2 milhão de doses desembarcou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). As doses foram encaminhadas para o Centro de Distribuição do Ministério da Saúde em Guarulhos, na Grande São Paulo, para passarem por um processo de controle de qualidade e temperatura. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE